Mariene de Castro integra programação do Novembro Negro na Paraíba

    0

    A cantora Mariene de Castro será a atração da programação do Novembro Negro na Paraíba, em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra. As atividades envolvem shows, feiras culturais, debates, exibição de filmes e ações em comunidades quilombolas. A abertura oficial será nesta sexta-feira (14) com show do Berimbaobab, no Espaço Cultural, às 19h, em João Pessoa. O evento é uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, Funesc e Sejel.

    Mariene de Castro fará show no Espaço Cultural no dia 19. A baiana que cantava na adolescência no grupo Timbalada com Carlinhos Brown chega na Paraíba com uma carreira de sucesso. Com o quinto álbum chamado “Colheita”,  a sambista Mariene de Castro vai cantar o novo repertório, além de canções do CD “Ser de Luz”, em que resgata clássicos na voz de Clara Nunes, como “Ê Baiana”; “Conto de Areia” e “A Deusa Dos Orixás”.

    Em “Colheita”, a baiana interpreta música homônima de Nelson Rufino, em dueto com Zeca Pagodinho, além de canções como “A força que vem da raiz”, que tem participação de Maria Bethânia. Também no dia 19, Mariene de Castro participará de uma roda de diálogo sobre a Resistência da Cultura Negra, na escola Antenor Navarro. “Será um grande momento na Paraíba para discutirmos, durante o Novembro Negro, as questões raciais, os processos de resistências, avanços e dificuldades. Além disso, vamos celebrar com Mariene de Castro este momento”, disse a secretária de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares.

    O show Berimbaobab reúne os artistas Adeildo Vieira, Soraia Bandeira, Erivan Araújo, Glaucia Lima, Coletivo Tribo Éthnos. Nesse show, haverá a participação do Too bi, um grupo senegalês de afrojazz formado por artistas franceses e africanos. Segundo Adeildo Vieira, o show traduz os desdobramentos de um projeto que ele e o coletivo Tribo Éthnos viveram no Senegal, em janeiro e fevereiro de 2012. Este show, ainda de acordo com Vieira, é resultado do intercâmbio cultural e musical entre África e Brasil.

    Novembro Negro

    A comemoração do 20 de novembro como Dia Nacional da Consciência Negra surgiu na segunda metade dos anos 1970, no contexto das lutas dos movimentos sociais contra o racismo. O dia homenageia Zumbi, símbolo da resistência negra no Brasil, morto em uma emboscada, no dia 20 de novembro de 1695, após sucessivos ataques ao Quilombo de Palmares, em Alagoas. Desde 1995, Zumbi faz parte do panteão de Heróis da Pátria.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here