Vereador diz que Cartaxo prometeu dois reajustes para professores

    0

    O vereador Marco Antônio (PPS) esclareceu, no Jornal da Câmara desta quarta-feira (25), a proposta da Prefeitura para o reajuste dos professores da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa. Em entrevista ao jornalista Edmilson Lucena, o parlamentar explicou que a categoria pode sofrer dois aumentos, sendo um de 3%, e o segundo em agosto, acompanhando o aumento da Receita da Capital. O telejornal é exibido de terça a sexta-feira, às 9h, nos canais 23 (Net) e 52 (TV aberta).

    O parlamentar anunciou que a verba destinada para a Educação não é toda exclusivamente para a folha de pessoal. Ele lembrou que há outras despesas e custos que não podem ficar descobertos. Segundo o parlamentar, nesta segunda-feira (23), em reunião, o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PT), aceitou ter uma reunião com a categoria e participou da mesa de negociação.

    “Ele não pediu a suspensão da greve, e conversou abertamente, mostrando a realidade da Prefeitura. Caso fosse utilizado 100% do recurso do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), para pagamento de pessoal não cobriria o salário de todos da Educação. Esse aumento de verbas tem que vir do Município. O custo de 16% de reajuste que a categoria pede é impossível, de acordo com o que foi colocado para nós”, esclareceu Marco Antônio.

    Segundo o vereador, uma alternativa será formar uma comissão paritária, deixando transparente a evolução da Receita do Município, dando agora 3% de aumento, e em agosto, se houver aumento da Receita, haverá outro aumento no salário dos servidores da Educação.

    Marco Antônio lembrou o debate ocorrido na CMJP nesta terça-feira (24), em função da greve dos professores Municipais. “Lamentei o que houve com Benilton Lucena (PT), pois ele sempre foi um militante da Educação e acabou sendo julgado por alguns servidores da área. A CMJP já havia se antecipado ao que a categoria pedia, pois em 2 de abril teremos uma audiência pública com a Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), basta incluir no convite a pasta das Finanças”, comentou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here