Maranhão é acusado de impor decisões “de guela abaixo” em comissão do Senado

0

O senador José Maranhão deu o tom do governo Michel Temer nesta terça-feira (1º) durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para tratar sobre a PEC 55, que visa instituir um teto de gastos para os próximos 20 anos. O senador paraibano, que preside a CCJ, chegou atrasado na sessão, e alheio ao acordo firmado entre a situação e oposição, decidiu encerrar a sessão somente decidindo sobre o pedido de vistas do PSDB, deixando de lado o acordo com a oposição para a realização de uma Audiência Pública para discutir o assunto. A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) chegou a acusar que o senador quer “fazer pior do que a Câmara, enfiar guela abaixo” a aprovação da PEC.

Enquanto isso, outros senadores da oposição também se revoltaram com a postura do senador paraibano e pediram para ele reabrir a sessão para votar o requerimento, já que a não realização da audiência iria fazer com que a PEC fosse votada sem nenhuma discussão. Maranhão ironizou os protestos dizendo que “se vossa excelência quer falar, tá encerrada a sessão”.

Mesmo depois de encerrada e com gritos de indignação da senadora petista, Maranhão ainda se pronunciou pelo deferimento do requerimento para a realização da Audiência Pública. “A presidência defere o requerimento em função do acordo entre as lideranças”, concluiu.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here