Mais um paraibano no front: Gadelha defende Cunha e nega ‘chantagem’

    0

    Parece que a tropa de choque do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB/RJ) ganha novo reforço. Em entrevista ao Paraíba Já, o deputado federal paraibano Marcondes Gadelha (PSC), defende que o peemedebista tem conduzido o processo do impeachment de Dilma Rousseff (PT) de forma democrática e diz que Cunha não chantageou, mas admite que ele possa ter tentado barganhar.

    “Ele tem conduzido dentro da normalidade democrática, e com atendimento a Constituição. Não tem nada errado. Com relação a conduta pessoal dele a acusação de ter dinheiro na Suíça, foi dado a ele ainda o direito de defesa e a gente tem que esperar o julgamento da Comissão do Conselho de Ética, que vai julgar, dando o amplo direito defesa como deve ser dado a todo e qualquer acusado em todo processo”, refletiu.

    Marcondes ainda acredita que Eduardo Cunha não fez qualquer tipo de chantagem ao governo e a presidente Dilma Rousseff. “Eu não encaro como chantagem ele ter aceitado o pedido de impeachment. Foi apresentada a denúncia por um grupo de juristas. Ele teria mesmo era que acolher. Agora, ele vinha ‘cozinhando’ e provavelmente no meio de um processo de barganha, mas o fato de ter decidido acolher é simplesmente atender o que é normal e certo. A presidente da república que se justifique”

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here