Mãe da criança assassinada durante ritual religioso confessa participação no crime

    0

    Nesta sexta-feira (16), a mãe da criança de cinco anos de idade que teve o corpo mutilado para um suposto ritual de magia negra confessou sua participação e contou detalhes da execução do crime. Segundo as investigações da polícia, o crime teria sido encomendado pelo valor de dez mil reais. A mãe disse que o menino sofreu golpes de faca no pescoço e teve o fígado partido.

    De acordo com o delegado Paulo Ênio, durante o depoimento, a mãe do menino agia friamente ao contar os detalhes do crime. “Ela contou nesse novo depoimento que eles pegaram a criança e a levaram para um boqueirão, perto de um rio. Segundo ela, o pai de santo segurou a criança, e o padrasto deu golpes de faca no pescoço do menino, que morreu. Após a morte, eles fizeram o corpo sangrar e colheram o sangue em um balde preto. Feito isso, o corpo do menino foi aberto do pescoço até a virilha, o fígado foi retirado e cortado em pedaços e o órgão genital foi decepado”, relatou o delegado.

    Ainda segundo o delegado, antes de sofrer o primeiro golpe de faca no pescoço, o menino teria pedido para que a mãe não deixasse o crime acontecer.

    O delegado acredita que há mais pessoas envolvidas no caso. “Estamos analisando e vamos continuar a investigação. Acreditamos que mais pessoas tenham participado, através da encomenda do ritual. O pai de santo confirmou que esse tipo de ritual custa R$ 10 mil e isso nos leva a crer que alguém encomendou. Esse alguém, se existir, vai ser descoberto e vamos prendê-lo”, concluiu.

    Entenda o caso – Uma criança de cinco anos foi encontrada morta em um terreno baldio no início da manhã desta terça-feira (13) na cidade de Sumé, no Cariri paraibano. De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, ele teve o tórax aberto e o pênis decepado, sofreu um corte no pescoço e foi espancado. O menino estava desaparecido desde o domingo (11).

    Ainda de acordo com a PM, a criança foi achada por moradores no bairro Frei Damião, próximo a uma escola estadual. Ela foi dada como desaparecida na noite do domingo e desde então os moradores da cidade a procuravam.
    A mãe e o padrasto da criança foram presos na noite da terça-feira (13), suspeitos de terem participado do assassinato. Além dos parentes da criança, dois homens também foram detidos pela polícia por suspeita de homicídio. De acordo com a Polícia Civil, uma das linhas da investigação é que o menino tenha sido morto durante um ritual de magia negra.

    Com informações de Thaís Vital.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here