O ex-presidente do PT da Paraíba, o professor Charliton Machado, lamentou a postura de um dos professores da UFPB que se posicionou contra a concessão do título de doutor honoris causa ao ex-presidente da República Luís Inácio Lula da Silva.

O professor aposentado da UFPB Alexandre Belo postou uma mensagem dizendo que a homenagem era um deboche. “É uma atitude desrespeitosa e insana, bem como um deboche em relação à sociedade e, particularmente, à Justiça”.

Em sua conta no Facebook, o petista afirmou que esta seria uma atitude retrógrada e que ao título é uma forma de homenagear aquele que mais investiu em universidades públicas enquanto chefiou o Governo Federal.

Charliton ainda declara que não tem muita esperança de que a atual direção e reitoria da Universidade Federal da Paraíba vai tentar refrear o posicionamento do acadêmico.

A aprovação do título a Lula foi em 2011, mas nunca foi entregue. Com a perspectiva da vinda do líder petista à Paraíba ainda este mês, surgiram boatos de que a homenagem seria feita nesta ocasião, algo que a UFPB negou que ocorrerá.

Leia a publicação na íntegra:

“A UFPB terá mesmo que pedir permissão ao “inalcançável” intelectual Alexandre Belo para conceder o título de “Doutor Honoris Causa” ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva? Não custa lembrar que a UFPB, assim como as demais universidades públicas, avançou muito nos últimos 13 anos com a expansão e o acesso de milhões de brasileiros, outrora excluídos desse valioso patrimônio público nacional. Além de inclusiva, a estrutura da educação superior foi além do ensino, pesquisa e extensão, e se constituiu num vigoroso projeto de desenvolvimento regional. Basta conhecer realidades dessa expansão no Curimataú, Cariri e Sertão da Paraíba. Todavia, essa realidade incomoda a muitos, a exemplo do professor Alexandre Belo, oriundo da formação arcaica e elitista do ensino superior, ainda de tradição colonial, cuja tarefa das instituições de ensino nada mais era do que “fabricar doutores”, como única e natural função, como um dia provocou o filósofo Álvaro Vieira Pinto. Não sei se a gestão da UFPB terá a coragem de enfrentar essa postura acadêmica reacionária e conceder com justiça o título de “Doutor Honoris Causa” ao ex-presidente Lula. Se não o fizer, certamente perderá a oportunidade histórica de reconhecimento do período mais virtuoso do ensino superior no Brasil”.

PT da Paraíba lamenta veto da concessão de título "doutor honoris causa" a Lula pela UFPB

 

Comente

Antares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here