Vídeo: Funcionário de aterro sanitário nega descarga de 200 mil toneladas de “lixo” da Lagoa

    0

    A novela do “lixo da Lagoa” está longe de ter um desfecho final. Nesta sexta-feira (16), os vereadores de oposição Raoni Mendes (PTB), Renato Martins e Zezinho do Botafogo (PSB) visitaram o aterro sanitário metropolitano, localizado em Mumbaba, para comprovar se houve o recebimento das 200 mil toneladas de “lixo” do Parque Solon de Lucena anunciada pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

    O vereador Renato Martins conversou com um dos funcionários do aterro, que revelou que não tem conhecimento da chegada desta quantidade de lixo transportada pela construtora Compecc ao aterro.

    Conforme o vereador socialista, seriam necessários 100 caminhões para o transporte de 200 mil toneladas de lixo no regime de 24 horas por dia em quatro meses. A Prefeitura, no entanto, alega que durante a noite aproximadamente 200 caminhões fizeram trajeto.

    “Você viu esse fluxo de lixo chegando ao aterro?”, questionou o parlamentar socialista. O funcionário do aterro negou que houve esse tipo de movimentação no local.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here