Lira defende integração entre educação tradicional e profissionalizante

    0

    O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) afirmou nesta quarta-feira (18) de fevereiro, Dia do ensino Médio no Brasil, que um de seus compromissos com os paraibanos será um empenho especial na defesa uma educação de qualidade e acessível a todos. Ele disse que vai defender no Senado programas governamentais que mirem a integração entre a educação profissional e o ensino médio tradicional com a flexibilização do currículo e a introdução de disciplinas optativas para que alunos possam construir seu percurso de aprendizado.

    Segundo o senador, todo esse clima de desinteresse dos adolescentes pela vida escolar tem gerado muitas reflexões mundo afora sobre os possíveis caminhos de fazer com que o ensino médio seja vivido e percebido como significativo. Nessa perspectiva, o peemedebista destaca que o desafio dos sistemas de ensino nos últimos anos envolve a capacidade de organizar um programa curricular que consiga, ao mesmo tempo, formar os jovens para continuar os estudos no ensino superior e prepará-los para o mercado de trabalho.

    De acordo com ele, com educação “fica mais fácil garantir desenvolvimento continuado e melhoria da qualidade de vida do povo”. Lira lembra que, quando foi senador pela primeira vez, conseguiu recursos para construir, implementar e instalar a escola técnica de Cajazeiras. “Na época, a verba era quase igual ao valor do Fundo de Participação de Cajazeiras e nós conseguimos este importante investimento para o sertão”, destacou o parlamentar paraibano.

    Raimundo Lira também, já naquela época, conseguiu recursos para a destinação de ônibus escolares e recuperação de unidades educacionais. “Entreguei aos prefeitos 105 ônibus, evitando que os estudantes fossem transportados em pau de arara. Consegui verbas para recuperar 800 unidades escolares. Em 1986 a Paraíba ficou em terceiro lugar no país, como recebedor do Fundeb”, lembra.

    O parlamentar paraibano, defende proposições que tenham por objetivo elevar o índice de conclusão do ensino médio regular para o patamar de países mais desenvolvidos. Sejam esses, pela ampliação da educação profissional, de maneira que instituições privadas e públicas ofereçam as aulas regulares em um turno e cursos que preparem para o mercado de trabalho em outro, sob uma mesma matrícula. Aumentando assim o número de vagas na Paraíba do Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica (Pronatec).

    Outro programa que Lira defende a ampliação para no Estado, é o Escola Técnica Aberta do Brasil (E-Tec Brasil), que ministra educação a distância e envolve os segmentos concomitante e subsequente. Apenas instituições públicas federais, estaduais e municipais que já oferecem o modelo presencial podem abrir núcleos. O E-Tec Brasil é direcionado para pessoas que moram em cidades do interior e periferias de áreas metropolitanas.

    Outra proposta que o senador paraibano apoia é o Ensino Médio Inovador (EMI), que tem entre as suas principais ações o aumento da carga horária letiva anual para mil horas e a destinação de 20% dessa carga à oferta, pela escola ou por parceiros, de disciplinas eletivas.

    Nesse modelo, o currículo passa a valorizar a interdisciplinaridade e deve ser organizado em torno de quatro eixos: trabalho, tecnologia, ciência e cultura. Também é previsto o incentivo à contratação de professores com dedicação exclusiva e o estímulo às atividades de produção artística e de aulas teórico-práticas em laboratórios.

    “Vamos continuar com o mesmo ímpeto e a determinação. Vamos manter interlocução permanente com os diversos segmentos da sociedade organizada e acolher os anseios da população para nortear nossa atuação em favor da Paraíba e dos paraibanos”, argumentou Lira.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here