Líder de Cartaxo desqualifica CPI da Lagoa e ameaça abandonar o PPS

2

Indignado, o líder da base da gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o vereador Marco Antônio (PPS) desqualificou o pedido oficial de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende investigar supostos desvios de recursos destinados às obras de revitalização Parque Solon de Lucena (Lagoa).

O pedido de instalação de CPI, que foi encaminhado para o presidente da CMJP Durval Ferreira (PP), foi assinado por dez vereadores, entre os quais, dois integrantes do PPS, partido de Marco Antônio e do vice-prefeito da Capital, Nonato Bandeira.

Diante do posicionamento de dois parlamentares do PPS, o vereador Marco Antônio ameaçou deixar a sigla, caso a cúpula partido se posicione favorável às investigações.

Saiba mais

O pedido de instalação da CPI da Lagoa tem como fundamento relatório divulgado pela Controladoria Geral da União (CGU), que apontou desvio de recursos de quase R$ 10 milhões na obra de revitalização do parque.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here