Líder da oposição cria Frente Parlamentar para fiscalizar gestão do Governo do Estado

    0

    Uma proposta do deputado Renato Gadelha (PSC), que lidera a bancada de oposição na Assembleia Legislativa, cria a Frente Parlamentar de Acompanhamento do Gestão. Já em tramitação na Casa, o requerimento de criação da Frente contou com várias assinaturas de parlamentares, reforçando a ideia.

    Renato explica que o objetivo da Frente Parlamentar é “garantir que a sociedade seja atendida de forma eficaz em todas as suas necessidades que sejam de responsabilidade do Executivo Estadual”. De acordo com o autor da propositura, nem todas as demandas da população chegam ao Governador e seus auxiliares.

    “Sabemos da dificuldade de governar. Entendemos que muitos gargalos da administração pública não chegam ao gestor. Nosso intuito é, também, servir de um canal mais direto entre sociedade e poder público”. Gadelha disse receber, diariamente, ligações, mensagens e visitas de pessoas relatando obras paralisadas ou, sequer, iniciadas. “Queremos focar o trabalho da Frente nessa linha. Trazer à luz os problemas que afligem nossa gente e por um ou outro motivo, não são resolvidos”.

    O Líder da Oposição acredita que o trabalho da Frente Parlamentar de Acompanhamento da Gestão renderá resultados positivos. “A Assembleia já cumpre, naturalmente, o papel de fiscal do Executivo. Entendo que poderemos manter e ampliar essa nossa missão. Os deputados têm mais contato com o eleitor, conhecem melhor suas regiões de atuação, estão mais próximos da base. Por tudo isso, temos muita condição de contribuir com a gestão estadual”, avalia Renato.

    Gadelha adianta que já há um cronograma de atuação pronto, mas os detalhes só virão com a instalação oficial da Frente. “Já foi entregue o requerimento de instalação, dentro do que prevê a Assembleia. Agora vamos aguardar o rito normal da matéria e, quando da instalação da Frente Parlamentar de Acompanhamento da Gestão, divulgaremos nossa programação”.

    Por se tratar de criação de Frente Parlamentar, a proposta não precisa ser apreciada em comissões ou votada em Plenário. É suficiente um requerimento à Mesa da Assembleia, subscrito por 5 parlamentares. Depois de publicada no Diário do Poder Legislativo, a Frente já pode ser oficialmente instalada e dar início aos trabalhos.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here