O prefeito Luciano Cartaxo (PSD) bem que estava precisando de uma injeção de ânimo, já que nas últimas semanas tem sido alvo de denúncias da oposição e exposição dos laudos periciais da Polícia Federal que apontam superfaturamento na obra da Lagoa. E esse levante de sua autoestima veio do presidente licenciado do PSD nacional e ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, que tentou fazer com que as pretensões do paraibano em ser candidato a governador não sumam tal qual as 200 mil toneladas de lixo do Parque Solon de Lucena.

Em visita a João Pessoa para cumprir agenda ministerial, nesta sexta-feira (30), Kassab demonstrou que é possível viver confortável em meio a políticos alvos de denúncias do Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal, como o presidente Michel Temer e o prefeito Luciano Cartaxo.

O ministro reafirmou, mesmo diante de toda a crise política, e denúncias de corrupção passiva, obstrução de justiça e organização criminosa, que o PSD continuará firme e forte na base de Temer. “O melhor para o Brasil é Temer. O PSD, evidente, é da base do governo e é lógico que está dando apoio”, afirmou.

Logo, enaltecer o trabalho de Luciano Cartaxo na Prefeitura de João Pessoa, cuja administração é alvo de investigação de improbidade administrativa e peculato (desvios de recursos públicos), é fichinha. Kassab ainda argumentou que o melhor para a Paraíba seria ter seu colega de partido como governador.

“O prefeito Luciano Cartaxo é muito bem preparado. Todos sabem que é um dos prefeitos mais bem preparados do Brasil. Todos sabem que ele tem uma administração muito qualificada. Ela é considerada em todo o país uma das administrações mais transparentes. Nas eleições do ano passado, ele foi reeleito no primeiro turno. Portanto, ele não apenas tem condições de ser um excelente candidato, e tem o apoio do nosso partido para que seja candidato, mas entendemos que ele será um grande governador, caso seja candidato e vença as eleições”, defendeu.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here