Justiça Eleitoral suspende pesquisa ilegal que apontava vantagem de Cartaxo em JP

1

O juiz da 70ª Eleitoral, Rodrigo Marques Silva Lima, determinou, na manhã desta quinta-feira (29), a exclusão de todas as publicações e o registro da pesquisa eleitoral 6254/2016, registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) no último dia 20, referente a disputa pela Prefeitura de João Pessoa.

O pedido de impugnação da pesquisa foi feito pelo candidato a vereador Humberto Alexandre (PPS), através do advogado Francisco Ferreira, o mesmo que na campanha de 2014 para governador da Paraíba conseguiu suspender todas as pesquisas divulgadas por institutos fraudulentos.

“Denego o pedido de divulgação em meios de comunicação da suspensão da pesquisa farpeada por ausência de previsão legal nesse sentido”, diz trecho da sentença proferida pelo juiz.

Multa de R$ 106 mil

De acordo com o jurista, a representação interposta por ele, além de pedir a suspensão e exclusão da divulgação da pesquisa, requer a aplicação de multa que pode chegar a R$ 106 mil. “Essa multa atinge cada um que divulgou a consulta ilegal, inclusive nas redes sociais”, pontuou Francisco Ferreira.

“Essas pesquisas ilegais que a Justiça Eleitoral vem determinando suspensão e aplicação de multa, vinham apontando vitória do prefeito Luciano Cartaxo, assim como as pesquisas ilegais de 2014, que apontavam a vitória de Cássio Cunha Lima para o Governo da Paraíba. Infelizmente, agora em 2016 a saga se repete”, completou o advogado.

Saiba mais

Na campanha de 2014, por meio de ações interpostas pelo advogado Francisco Ferreira, a Justiça Eleitoral da Paraíba determinou a suspensão de seis pesquisas eleitorais fraudulentas. Todas apontavam a vitória do então candidato Cássio Cunha Lima (PSDB).

Também foram aplicadas multas que juntas somaram mais de meio milhão de reais e penalizados os institutos Souza Lopes e IPESPE, além do Jornal da Paraíba e Jornal Correio da Paraíba.

Veja trechos da decisão:

Justiça Eleitoral suspende pesquisa ilegal que apontava vantagem de Cartaxo em JPJustiça Eleitoral suspende pesquisa ilegal que apontava vantagem de Cartaxo em JP

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

  1. Tentativa de transcrição da decisão judicial completamente errada.
    Quem denega a suspensão da divulgação da pesquisa, permite que ela seja divulgada.
    Ou não tem jornalista habilitado nesse site?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here