Justiça Eleitoral substitui 2.231 urnas eletrônicas em todo o país, até às 15h30

    0

    Até às 15h30, horário de Brasília, 2.231 urnas foram substituídas em todo o país, o que corresponde a 0,51% do total. Segundo o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, o número confirma a expectativa positiva da adoção da urna eletrônica pela Justiça Eleitoral. Até o momento, apenas uma urna em todo o Brasil teve de ser trocada por votação manual.

    Segundo ele, o número de urnas substituídas está abaixo do que ocorreu no primeiro turno e nas eleições anteriores. “As urnas eletrônicas estão funcionando. Ou seja, a Justiça Eleitoral avalia que ela [a urna eletrônica] funciona e que não há nenhum tipo de problema [relevante ocorrendo]. Esses casos ocasionais e pontuais não são suficientes para que se diga que há alguma falha na organização das eleições”, disse o ministro durante coletiva de imprensa.

    Toffoli acrescentou que esse resultado positivo se deve, também, ao fato de o TSE ter “como rotina” substituir constantemente os equipamentos mais obsoletos por modelos mais novos, devido ao desgaste natural que ocorre nas urnas.“Mas vale lembrar que, ao contrário de outros países, no Brasil foi a própria Justiça Eleitoral quem desenvolveu todo processo de votação eletrônica. A única coisa que se compra são os equipamentos, porque não somos fábrica de chips e de equipamentos eletrônicos. Tudo foi desenvolvido aqui dentro”, disse o presidente do TSE.

    De acordo com boletim do TSE, 542 ocorrências foram registradas. No total foram presas 147 pessoas – 65 delas por boca de urna.

    Agencia Brasil

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]