Jucep implanta novo sistema de informatização para abertura de empresas

    0

    Garantir maior rapidez na abertura, mudanças e baixa de empresas, reduzir custos de taxas e informalidade, proporcionar maior transparência processual, segurança e comodidade na prestação dos serviços. Todas essas vantagens estão disponíveis desde o início de novembro com a implantação do novo sistema de informatização da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legislação de Empresas e Negócios (Redesim PB), por meio da Junta Comercial do Estado da Paraíba (Jucep).

    A iniciativa, pioneira no país, é uma ferramenta capaz de integrar os dados cadastrais dos registros de atividades ligadas a sociedades empresariais aos mais diversos órgãos estaduais e municipais, através da rede mundial de computadores, de modo interativo e de fácil acesso, disponível no endereço eletrônico www.redesim.pb.gov.br.

    Para o presidente da Jucep, o contador Aderaldo Gonçalves do Nascimento, a novidade vai garantir maior celeridade na emissão da abertura de empresas e outros serviços que, antes, enfrentavam uma maior burocracia para serem solucionados. “Damos entrada no processo físico, protocolamos, depois ele é digitalizado, analisado e, por fim, autenticado. Antes, o empresário entrava com um processo físico e saía daqui com uma série de documentos para fazer cópias. Com o processo virtual, ele pode ser localizado em qualquer lugar e, a partir de dezembro, os empresários irão contar com a certificação digital. Nosso objetivo é proporcionar todos os serviços online. Assim, reduziremos nossa demanda de atendimento presencial diário”, disse.

    O gestor reforçou ainda que os empresários já podem obter o alvará de funcionamento provisório emitido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa através do site. Eles terão 180 dias para começar a funcionar. Além dos serviços da Junta e prefeitura disponíveis no endereço eletrônico, os solicitantes poderão, em breve, ter acesso a outros serviços essenciais para abertura de empresas como Corpo de Bombeiros, Receita Estadual, Sudema, Agevisa e Semam.

    Os servidores estão em fase de treinamento para operar o sistema Siarco, que possibilita o acesso às informações das empresas e de seus sócios, no cadastro da Junta Comercial do Estado, por meio do CNPJ ou CPF dos sócios quotistas. “Eles estavam acostumados com a utilização do papel, mas agora será tudo digital”, reforçou Aderaldo. A Junta Comercial oferece ainda oito pontos de capitação de documentos na Paraíba, são eles: João Pessoa, Guarabira, Itabaiana, Campina Grande, Patos, Sousa, Catolé do Rocha e Cajazeiras.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here