Jogadores do Auto ameaçam entrar em greve por causa de atraso salarial

0

A vida do Auto Esporte não está nada fácil. Condenado a disputar o quadrangular do rebaixamento do Campeonato Paraibano, o Alvirrubro teve nesta semana uma ameaça de paralisação dos seus jogadores em protesto aos atrasos salariais que, segundo os atletas, atrapalham o desempenho de todos.

O problema aconteceu nesta terça-feira (29) e foi confirmada pelo treinador Índio Ferreira. Ele disse que os jogadores se prepararam para o treino, mas se recusaram a entrar em campo enquanto a diretoria do clube não se pronunciasse. Mas de acordo com o técnico, ele conseguiu convencer o grupo a voltar aos treinamentos.

“É um momento difícil para o clube. Mas todo clube que depende do poder público está suscetível a isto. A diretoria se comprometeu a resolver essa questão o mais rápido possível. Então eu conversei com os jogadores e eles concordaram em voltar aos treinamentos ainda hoje”, explicou o treinador do Auto.

O presidente do clube, Watteau Rodrigues, minimizou a paralisação dos jogadores e afirmou que espera a autorização do Governo do Estado para o pagamento do programa Gol de Placa para poder quitar os débitos referentes aos meses de fevereiro e março.

“Nós esperamos que na quinta-feira (31) o Governo autorize o pagamento do Gol de Placa e nós possamos honrar os nossos compromissos. Quanto aos jogadores, espero que treinem muito. Se treinando estamos nesta situação dentro de campo, imagine se não treinarmos?”, enfatizou Watteau.

O Auto Esporte terminou em quarto colocado no Grupo A e por isto terá de disputar o quadrangular da morte, onde todos jogam contra todos, em turno e returno, e as duas piores equipes serão rebaixadas para a segunda divisão. As informações são do Globoesporte.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here