João Pessoa foi a capital que mais gerou emprego no Nordeste em fevereiro

    0

    João Pessoa é a capital do Nordeste que mais empregou em fevereiro, ficando à frente de Teresina (236), no Piauí, e Maceió (165), em Alagoas. As demais cidades da região concluíram o mês com um saldo negativo, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

    Apesar de João Pessoa ter gerado em fevereiro 302 postos de trabalho, a Paraíba registrou uma queda de 1.210 empregos. Os principais fatores são a entressafra da cana-de-açúcar e a baixa na construção civil.

    O secretário de Trabalho, Produção e Renda do município de João Pessoa, Diego Tavares, destaca que os dados do Caged mostram que João Pessoa está em desenvolvimento. “Estamos crescendo no Turismo e Comércio apesar da crise que estamos vivendo. A prefeitura tem investido em ações de resultado como a política de microcrédito através do Banco Cidadão e nos incentivos fiscais para instalação de empresas de Call Center”, ressaltou.

    De acordo com o quadro de evolução de emprego por atividades econômicas em João Pessoa, quando se faz o balanço do saldo positivo com o negativo, o setor de serviço gerou 491 postos de trabalho, ou seja, representando 43% do total, seguido pelos setores de comércio, com 137 empregos (12%), e serviços de utilidade pública com 93 (8%). Já o setor da construção civil registrou uma queda de 368 empregos, ou seja, 32% a menos e a indústria de transformação com retração de 44 empregos (-4%).

    Enquanto isso, a indústria de transformação no Estado registrou uma queda de 1.041 empregos e a construção civil 823. A agropecuária também teve saldo negativo de 193 empregos. Já os setores de serviços (464) e comércio (264) terminaram o mês com saldo positivo, mas com geração insuficiente para evitar a baixa geral. No entanto, a situação da Paraíba não é tão ruim quando comparada ao Nordeste, que fechou o mês com um déficit de 27.528 postos de trabalho. Já o País, em fevereiro, pelo terceiro mês consecutivo fechou em baixa.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]om.br

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here