Inflação semanal recua em cinco das sete capitais pesquisadas em julho

    0

    A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) fechou o mês de julho com variação de preços recuando em cinco das sete capitais pesquisadas. Dados divulgados hoje (4) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV) indicam que, na semana encerrada no último dia 31, o IPC-S variou 0,53%, resultado 0,08 ponto percentual inferior aos 0,61% da semana imediatamente anterior.

    Entre as cinco capitais que apresentaram taxas inferiores à da semana imediatamente anterior, três acusaram resultados superiores à média de 0,53%, com destaque para São Paulo – a maior alta do país, com inflação de 0,9%, Porto Alegre, alta de 0,57% e Brasília, 0,54%.

    Segundo os dados divulgados pela FGV, apesar da alta de 0,9% de São Paulo, a maior entre as capitais, seis das oito classes de despesa que compõem o índice apresentaram desaceleração em suas taxas de variação: comunicação (de 1,25% para 0,70%), vestuário (de -0,06% para -0,46%), transportes (de 0,07% para -0,25%), educação, leitura e recreação (de 0% para -0,08%), alimentação (de 0,73% para 0,66%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,48% para 0,45%).

    Já no Rio de Janeiro, a menor alta do país, os 0,24% de variação refletem aceleração de preço em apenas três das oito classes de despesa componentes do índice, enquanto outras cinco apresentaram desaceleração. Em sentido ascendente e descendente podemos destacar os grupos: alimentação e vestuário, cujas taxas passaram de 0,33% para 0,47%, e de -0,06% para -0,35%, respectivamente.

    Também com os mesmos 0,24% de variação do Rio, em Salvador o resultado refletiu a variação de preços em cinco das oito classes de despesa, entre as quais se destacam os grupos: vestuário e habitação, cujas taxas passaram de 0,34% para -0,29%, e de 0,12% para -0,42%, respectivamente.

    Da Agência Brasil

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here