Paraibano que preside CPI teria usado empresa de fachada para alugar carros

    0

    O presidente da CPI da Petrobras, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), pagou R$ 180 mil de sua verba parlamentar para alugar veículos da KMC Locadora, uma empresa que é considerada de fachada pelo Ministério Público de Pernambuco, por não existir fisicamente e ter apenas um carro registrado em seu nome, segundo informações publicadas hoje na Folha de São Paulo.

    Motta contratou a empresa entre fevereiro e dezembro de 2011 e, depois, entre julho de 2012 e março de 2013, com pagamentos mensais de R$ 5.000 a R$ 10.000 de sua cota para atividade parlamentar –verba destinada pela Câmara para os deputados usarem em atividades de suporte ao exercício do mandato. Segundo as investigações, a sede da KMC não existe, não há registro de funcionários da empresa e a frota se resume a um veículo Toyota Corolla.

    A assessoria do deputado Hugo Motta afirmou que o caso já havia sido arquivado pelo Ministério Público no Distrito Federal, e que o deputado teria compromisso com a legalidade e a moralidades, condenando tentativas de ‘macular sua imagem’ perante a opinião pública.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here