Ideme aponta aumento de 0,91% no custo de vida de João Pessoa

    0

    O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade de João Pessoa apresentou um acréscimo de 0,91%, nos preços médios de produtos e serviços, no mês de dezembro. Com esse resultado o acumulado no ano do custo de vida ficou em 8,27%, segundo o Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme).

    De acordo com o instituto, quase todos os grupos que compõem o estudo apresentaram desempenhos positivos: Alimentação (1,91%), Serviços Pessoais (4,76), Transporte (0,98%), Vestuário (0,83%) e Habitação (0,48%). Enquanto que apenas os grupos Artigos de Residência e Saúde registraram quedas de 1,76% e 0,78%, respectivamente.

    O grupo Alimentação apresentou as maiores variações positivas nos itens: tubérculos e raízes (6,69%), aves e ovos (4,61%), carnes frescas e vísceras (3,05%), hortaliças e verduras (2,95%), cereais (1,93%), frutas (1,66%) e alimentação fora (1,60%). As maiores quedas de preços médios ocorreram nos seguintes produtos: sal e condimentos (3,43%), carnes e peixes industrializados (1,69%), óleos e gorduras (1,59%) e enlatados e conservas (1,58%).

    Serviços Pessoais revelou aumentos de preços médios nos itens: educação (8,06%), leitura (3,32%), serviços pessoais (2,38%) e recreação (2,13%). O grupo Transporte e Comunicação apresentou acréscimo nos itens: transporte público (4,70%) e veículo próprio (0,78%).

    Já o grupo Vestuário, contabilizou elevações de preços médios nos seguintes itens: calçados (2,90%), roupa de homem (2,04%) e roupa de mulher (1,32%). No grupo Habitação, o aumento foi influenciado pela variação de preços nos itens como: artigos de limpeza (1,11%), reparos (0,85%) e aluguel, condomínio e impostos (0,45%).

    A diminuição nos preços dos produtos e serviços comercializados em João Pessoa, em dezembro, só foi identificada no grupo Artigos de Residência nos itens: TV e som (3,55%), eletrodomésticos (1,89%), utensílios e enfeites (1,70%) e móveis (1,63%). E no grupo Saúde e Cuidados Pessoais – com quedas de preços ocorridos nos itens: óculos e lentes (10,26%) e higiene e cuidados pessoais (1,29%).

    Levando-se em consideração apenas os reajustes individuais, os produtos cujos preços mais aumentaram em dezembro foram: batata inglesa (34,69%), maçã (30,52%), tomate (24,32%), carne de sol de 2ª (18,92%), passagem aérea (17,80%), calcinha de mulher (15,96%), alface (15,36%), caranguejo (13,58%), cebola (12,64%), vestido para criança (11,37%) e sapato para criança (10,69%).

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here