O líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Hervázio Bezerra (PSB), negou que há desconfiança por parte do governador Ricardo Coutinho (PSB) para com a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT). Para ele, essa  tese é apenas uma estratégia da oposição diante da decisão de Ricardo em permanecer no governo em 2018, abrindo mão de disputar uma vaga no Senado.

“Eu aceito, compreendo e até acho louvável a estratégia da oposição em tentar arranhar a relação entre Ricardo e a vice-governadora Lígia Feliciano. Como estratégia eu admiro. Agora, todos hão de convir que há uma postura de elegância, afinidade entre os dois. Uma coisa não tem absolutamente nada a ver com a outra. Até porque o nome da vice-governadora sempre é lembrado na ocupação de espaços importantes, como foi importante em 2014, quanfo foi ungida candidata a vice e ninguém esperava. Então, Lígia é um nome de respeito. Ricardo tem carinho, respeito e apreço a ela. A oposição apenas tenta faturar com essa decisão do governador”, explicou.

Hervázio ainda enfatizou que a decisão do governador em não se afastar do Governo do Estado demonstra maturidade política, compromisso com a população e para com o projeto político que representa.

“O governador tem uma postura totalmente diferenciada dos demais líderes do nosso Estado. Ricardo tem diferença, grande diferença com relação aos demais, em sua trajetória política. Não há como esconder que há uma predileção de muitos do PSB  para que ele disputasse uma vaga no Senado, mas ele tem demonstrado resistência com relação a isso. A maioria do PSB sempre procurou instigar, incentivar o governador para fortalecer a nossa chapa majoritária. Ele pensa e entende diferente e eu sempre cheguei a dizer isso. A postura dele ficar até o último dia de seu mandato é até uma forma de respeito para com a opinião pública paraibana. Analiso com sobriedade. Fomos surpreendidos com essa posturae e essa decisão política do governador, que obviamente meche com o cenário político. Há uma inquientação tanto da militância do PSB, quanto há uma curiosidade imensa por parte da oposição. Nós sabemos que as estratégias que eles tem que montar tem tudo a ver com a decisão do governador em permanecer ou integrar a nossa chapa majoritária”, alegou.

 

Comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here