Governo reestrutura 30 feiras de agricultor familiar na Paraíba

    0

    Ampliar e melhorar os espaços das Feiras de Agricultores para a comercialização de produtos da agricultura familiar são ações que a Gestão Unificada Emater/Emepa/Interpa, vinculada à Secretaria de Estado da Agropecuária e da Pesca, está realizando por intermédio da Emater – PB. A previsão é de que todas as 30 atuais estejam reestruturadas e mais seis implantadas até o mês de junho deste ano.

    As feiras possibilitam que os agricultores comercializem seus produtos sem interferência de intermediários, tendo sido uma iniciativa do atual presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, quando era presidente da Emater, que instalou a Feira do Produtor na sede da empresa, na estrada de Cabedelo. A experiência começou por Campina Grande há 17 anos. “Com isso, estamos fazendo com que os agricultores familiares ganhem dinheiro e façam com que o consumidor tenha um produto também de boa qualidade por evitar o agrotóxico”, afirmou Nivaldo.

    Depois de fazer melhoramentos nas instalações da Feira do Produtor da sede da Emater, em Cabedelo, a Coordenadoria das Feiras está promovendo visitas para a reestruturação de todas as outras e, também, conversando com os municípios que desejam instalar a sua unidade. Já foram visitadas as estabelecidas nas cidades de Campina Grande e Areia.

    Cuité de Mamanguape – Na semana passada, a Coordenadoria das Feiras esteve em Cuité de Mamanguape para, junto com os extensionistas e agricultores, começar a implantação da feira do produtor local. A feira será organizada pela Emater, pela Secretaria Municipal de Agricultora, associações rurais e agricultores.

    Outras reuniões serão realizadas para a continuidade do trabalho, informou o coordenador das feiras, Severino Henrique de Lima. Estiveram presentes à reunião, o assessor técnico regional José Formiga e a zootecnista local Manuella Bezerra, que irão acompanhar os trabalhos.

    “O encontro tem como objetivo aproximar as entidades executoras do Pnae e PAA dos agricultores familiares. Com a compra dos produtos produzidos pelos agricultores locais, é priorizado o aumento da circulação de dinheiro e, ao mesmo tempo, aumenta o capital circulante no município”, comentou Manuella.

    No município, os agricultores familiares forneceram para as escolas, por meio de chamada pública, ao Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar), produtos como macaxeira, batata doce, bolos diversos, pão caseiro e hortaliças. Estes produtos estão disponíveis em quantidades suficientes para atender as escolas das redes municipal e estadual de ensino durante este ano.

    A gerente da Unidade Operativa da Emater local informou que, com o início das chuvas, agricultores começaram o corte de terra para o plantio de macaxeira, inhame, batata doce, fava e jerimum. As sementes de  milho e o feijão serão entregues pela Emater nas associações rurais de cada comunidade. Os agricultores portadores de DAP poderão procurar o escritório da Emater para inscrição.

     

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here