Governo inicia projeto de capacitação no Presídio do Roger

0

“Cidadania É Sustentabilidade”. Este é o nome do projeto desenvolvido pela Gerência de Ressocialização da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) que proporciona aos reclusos fabricação de sabão artesanal e saneantes domésticos, que iniciou uma nova turma na tarde dessa quarta-feira (23), na Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega (Presídio do Roger), com a participação do Ministério Público, Vara das Execuções Penais da Capital (VEP) e Instituto Federal da Paraíba (IFPB).

Os materiais de limpeza produzidos por esta turma irão suprir a necessidade da própria unidade prisional, assim como haverá a destinação de 10% da produção mensal para a Instituição Filantrópica Vila Vicentina, localizada no bairro da Torre.

Sobre a iniciativa, a juíza da Vara das Execuções Penais (VEP) da capital, Andréa Arcoverde Cavalcanti, já enfatizou em algumas ocasiões a potencialidade deste projeto, que, segundo ela, atinge diferentes objetivos e desperta para alguns valores, como a importância da preservação da natureza, a capacitação e reintegração dos apenados e a manutenção da higienização das unidades prisionais, o que é fundamental para a melhoria da qualidade de vida da população carcerária.

A gerente de Ressocialização da Seap, Ziza Maia, ressaltou: “Hoje estamos ampliando o projeto com o início desta nova turma, uma iniciativa idealizada pela Gerência de Ressocialização, que tem proporcionado a qualificação profissional dos reeducandos e  criado neles o principio do reaproveitamento e da reutilização do que normalmente descartamos, do trabalho coletivo e da solidariedade quando cientes que o trabalho deles estará ajudando ao próximo através da doação a uma entidade filantrópica, neste caso os idosos da Vila Vicentina. Nossa perspectiva é que até o dia 15 de dezembro já estaremos com uma produção considerável dos saneantes e realizando a primeira doação aos idosos da Vila Vicentina”.

O projeto, que teve inicio no dia 20 de julho, no PB1, é realizado por meio de uma parceria entre a Seap e a coordenação do Curso de Química do IFPB e objetiva proporcionar à população carcerária uma orientação quanto à destinação correta e sustentável do óleo de cozinha usado, por meio da oferta de oficinas de fabricação de sabão artesanal e saneantes domésticos, criando oportunidades empreendedoras e inovadoras para os apenados, assim como de contribuir de forma decisiva para a mudança de comportamento, a redução da degradação ambiental e para a sustentabilidade econômica e social das populações em situação de vulnerabilidade social, e ainda, de suprir as unidades prisionais com materiais de limpeza em quantidade suficiente para um contínuo estado de salubridade, além de promover a remição de pena através do trabalho.

Parcerias – A participação do IFPB nesta parceria é  no sentido de capacitar os reeducandos para execução do trabalho por meio das aulas da professora do Curso de Química, Fátima Vilar. Já o Conselho da Comunidade irá realizar a doação mensal de materiais para execução do Projeto na Unidade do Presídio do Roger.

 

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here