Governo dos Estados Unidos é processado em US$ 600 milhões por usar software pirata

0

Uma empresa alemã chamada Bitmanagement está processando a marinha dos Estados Unidos em um caso de pirataria que pode forçar o governo a pagar uma compensação de quase US$ 600 milhões.

O caso começou entre 2011 e 2012, quando a marinha fechou negócio com a Bitmanagemente para testar um software da empresa em 38 computadores. O programa, chamado BS Contact Geo, é uma aplicação virtual tridimensional.

Após os testes, as duas partes começaram a discutir um acordo para aumentar a quantidade de computadores licenciados, mas em 2013 executivos da Bitmanagemente receberam e-mails dando conta de que o software já estava instalado em 558.466 computadores da marinha.

Para piorar a situação, os alemães descobriram que o governo americano havia desabilitado uma ferramenta que permitiria rastrear a quantidade de máquinas em que o software estava em uso.

Na época, uma única licença do BS Contact Geo custava US$ 1.067, por isso a Bitmanagement pede uma compensação de, no mínimo, US$ 596.308.103, o equivalente ao número de PCs que rodavam a aplicação irregularmente.

Esta não é a primeira vez que os militares americanos são pegos fazendo uso de programas piratas. Há alguns anos, o governo teve de pagar US$ 50 milhões à desenvolvedora de um software de logística. O irônico é que os EUA classificam sua briga com Kim Dotcom como um dos maiores casos de crime de direito autoral da história, sendo que o criador do Megaupload causou prejuízos bem mais tímidos que o próprio governo.

As informações são do Olhar Digital.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here