Governo do Estado paga segunda parcela do 13º salário nesta sexta

    0

    O Governo do Estado paga a segunda parcela do 13º salário nesta sexta-feira (18). Vão receber no mesmo dia os servidores ativos, inativos e pensionistas. Mesmo com a crise pela qual atravessa o País, o Governo vem mantendo em dia os salários dos servidores e os repasses de recursos para os demais poderes e encerra o ano de 2015 atendendo ao compromisso de pagar a folha de pessoal sempre dentro do mês trabalhado.

    A primeira parcela do 13º salário dos servidores estaduais foi paga em 18 de junho deste ano. A ação na época injetou quase R$ 125 milhões na economia paraibana.

    O Tribunal de Justiça, o Ministério Público e a Assembleia Legislativa também combinaram de pagar o 13º salário de seus funcionários ativos, inativos e pensionista no mesmo dia que o Estado. Todos eles compreenderam a importância de injetar na economia paraibana neste final de ano os recursos provenientes do 13º salário. A intenção é movimentar setores importantes como o comércio e, consequentemente, gerar emprego e renda num momento de dificuldades na economia no âmbito nacional.

    O pagamento do décimo terceiro salário deve injetar na economia brasileira cerca de R$ 173 bilhões até dezembro de 2015, segundo estimativa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Em 2014, foram R$ 158 bilhões. O valor representa 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB). De acordo com o Dieese, aproximadamente 84,4 milhões de brasileiros devem receber o décimo terceiro salário este ano, o que irá significar renda extra de R$ 1.924. O número de trabalhadores que irão receber o benefício é 0,3% inferior ao de 2014, por redução no estoque de vagas formais.

    O Dieese explica que o impacto é uma “projeção do volume total de 13º salário que entra na economia ao longo do ano, e não necessariamente nos dois últimos meses de 2015”, apesar de a maior parte do valor ser pago no final do ano.

    No cálculo, o Dieese considera os trabalhadores do mercado formal. Não leva em conta os autônomos, assalariados sem carteira assinada ou trabalhadores com outros contratos que recebem algum tipo de abono no fim do ano.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here