Governo do Estado entrega nova Estação de Tratamento de Alhandra

    0

    O Governo do Estado entregou, nesta quarta-feira (17), a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) do município de Alhandra, que vai ofertar água tratada e de qualidade à população local pelos próximos 20 anos. A solenidade de descerramento da placa e apresentação da obra foi conduzida pelo presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, e pelo prefeito do município, Marcelo Rodrigues.

    São 3.930 famílias que têm ligação de água e serão beneficiadas com a ampliação da vazão para 50 litros de água por segundo. O sistema, que já estava obsoleto, foi substituído por outro mais moderno e eficiente. A ampliação contou com a implantação de uma ETA de fibra, uma estação elevatória e um reservatório apoiado com capacidade de 30 metros cúbicos. O investimento foi de cerca de R$ 1,1 milhão, com recursos próprios.

    De acordo com o presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, a localização geográfica de Alhandra coloca o município no mapa do desenvolvimento do Estado e, portanto, precisa de infraestrutura e qualidade de vida para receber o desenvolvimento que está por vir. “Pela importância que Alhandra possui no Litoral Sul da Paraíba e pela relevância que terá nos próximos anos com a chegada de novas empresas e indústrias, a exemplo do polo automotivo da Fiat na divisa com Pernambuco, a cidade já carecia há bastante tempo de um investimento dessa natureza. A cidade tinha água distribuída em quantidade insuficiente e qualidade duvidosa, já que, durante o período invernoso, a água atendia aos critérios bacteriológicos, mas deixava a desejar do ponto de vista de cor e turbidez. Agora entregamos uma ETA moderna para que a população de Alhandra possa beber uma água de qualidade”, destacou.

    Deusdete ressaltou, ainda, que a nova ETA tem capacidade para tratar 50 litros por segundo, o que é suficiente para atender o crescimento da cidade nas próximas duas décadas. “Temos ainda a possibilidade futura de captar água do novo sistema adutor que leva água para João Pessoa, que é a Translitorânea, exatamente nessa vazão. Isso reforça ainda mais a garantia de água nas torneiras para a população de Alhandra”, explicou.

    O prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, comentou que o Governo do Estado vem sanar, por meio da Cagepa, um problema antigo da população. “Estou muito feliz por essa ação do Governo do Estado, através da Cagepa, no nosso município. Esse era um anseio da população há muitos anos. Hoje temos uma estação de tratamento moderna que vai atender a população por mais 20 anos. Quase 90% do povo de Alhandra tinha água nas torneiras, mas sem condições de consumo. Agora podemos contar com água de primeira qualidade que pode ser usada não só nos serviços domésticos, como também para beber e cozinhar”, afirmou.

    Além de representantes da Cagepa e autoridades locais, muitos moradores prestigiaram a solenidade, como a agricultora Luciene de Souza. Ela conta que mora em Alhandra há mais de 30 anos e só agora pode comemorar a conquista de um bem essencial, que é água limpa e tratada. “Aqui o abastecimento de água sempre foi um problema. Sofríamos com as faltas d’água e, quando ela chegava, tinha cor estranha e mau cheiro. Só usávamos para lavar roupa e limpar a casa. Mas, agora, estamos muito felizes com essa estação. Não tem alegria maior para uma dona de casa do que abrir a torneira e sair água pura, limpinha, que dá para beber sem medo”, disse.

    Novas ETAs

    O projeto total de ETAs com recursos próprios da Cagepa consta de 17 novas estações, das quais 10 já foram entregues à população dos municípios de Bom Jesus, Cachoeira dos Índios, Santana de Mangueira, Piancó, Emas, Triunfo, Igaracy, Coxixola, Nova Palmeira, além de Alhandra, que é a maior delas. Até janeiro de 2015, as cidades de Desterro, Água Branca, Riacho dos Cavalos, Aguiar, Nazarezinho, São José de Lagoa Tapada e Ibiara também serão contempladas com as obras. Ao todo, o investimento é de mais de R$ 5,9 milhões.

    Parceria com a Funasa

    Além destas 17 ETAs, outras 36 obras estão sendo viabilizadas por recursos do Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O investimento é de R$ 12 milhões na implantação de mais 36 novas estações, em diversas cidades do Estado, que beneficiarão mais de 65 mil famílias paraibanas com água tratada em suas casas.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]