Governo do Estado assina protocolo de intenções com quatro empresas

    0

    O Governo do Estado assinou, nesta segunda-feira (1), protocolos de intenções com mais quatro novas indústrias que vão ser instalar na Paraíba. Na ocasião, também foi oficializado o decreto de concessão de incentivos ficais a outras nove empresas. No total, os investimentos são de R$ 571 milhões. A estimativa é que isso gere cerca de mil empregos diretos e indiretos.

    A presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Tatiana Domiciano, explicou que a concessão feita às empresas se traduz tanto em incentivos fiscais como de liberação de locais, por meio da venda de áreas. “Com relação ao que está sendo anunciado hoje, teremos em contrapartida mil empregos diretos e indiretos gerados. E mão de obra temos em abundância, graças a uma parceria com o Senai”, afirmou. “O Governo do Estado também vai promover, junto às escolas técnicas, cursos específicos para as empresas que vão atender o setor automotivo”, lembrou.

    As indústrias serão construídas nos municípios de Cabedelo, Conde, Alhandra e Caaporã. Com 18 anos de atuação no mercado brasileiro, a Magna Estaleiros investirá inicialmente R$ 6 milhões para produzir embarcações em uma nova fábrica situada em Alhandra e deve criar até 200 empregos diretos. A empresa já possui uma fábrica no Rio de Janeiro. “Para a Magna, o Nordeste é um dos principais mercados do País e a instalação na Paraíba diminuiria os custos de logística para atender este mercado”, observou Felipe Paiva, diretor de vendas da empresa.

    Em Cabedelo, a italiana Smartpack construirá sua unidade industrial para atender à fábrica do grupo Fiat Chrysler, que está sendo instalada em Goiana (PE). Este será o primeiro centro de produção da empresa fora da Itália. Segundo o diretor presidente, Leonardo Sottani, os incentivos garantidos pelo governo foram fundamentais para a atração do empreendimento. “A empresa foi convidada pela Fiat para instalar uma unidade fabril na Região Metropolitana de João Pessoa para atendê-la, uma vez que na Paraíba existiria regime especial e incentivo locacional. Além disso, a Paraíba tem uma excelente qualidade de vida”, afirmou. O investimento será de R$ 4,5 milhões para a produção de 75 mil embalagens plásticas por ano.

    A localização estratégica foi um fator decisivo para que a empresa Anjos Colchões escolhesse a Paraíba para ser o terceiro estado do País a contar com uma fábrica da empresa, que já possui unidades em São Paulo e no Paraná. “A Paraíba está localizada no centro do Nordeste e será muito importante para a expansão da nossa empresa. Pretendemos atender todo o Nordeste e produzir aqui 30% do total do grupo”, destacou o diretor geral Claudinei dos Anjos. A empresa vai investir R$ 10 milhões para produzir 30 mil colchões destinados ao mercado nacional. O empreendimento gerará imediatamente 40 empregos e deve criar até 100 postos nos próximos anos.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]