Governo discute políticas para Arranjos Produtivos Locais em evento nacional

    0

    A 7ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais (APLs) contou com a participação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde). A Conferência é um evento de caráter nacional, cujo objetivo central é aprimorar as políticas públicas e estimular o desenvolvimento local, promovendo a troca de informações e de experiências no desenvolvimento das empresas e empreendedores organizados em (APLs).

    O evento aconteceu nos últimos dias 9 e 10 de dezembro, em Brasília – DF, e contou ainda com as participações da coordenadora do Núcleo Estadual de APLs na Paraíba, Delma Aquino, e da gerente executiva de Desenvolvimento da Indústria, Marília Araújo. O ministro do Desenvolvimento da Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro, abriu oficialmente a 7ª Conferência e, na ocasião, recebeu uma carta assinada pelos 24 Núcleos Estaduais presentes no evento, reivindicando 11 ações de fortalecimento dos Núcleos e das políticas para APLs.

    O secretário de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Laplace Guedes, reforçou que o investimento nos Arranjos Produtivos Locais é uma política pública importante do Governo do Estado e uma determinação do governador Ricardo Coutinho. “Foi um grande momento para conhecer outras experiências na área, além de professores e pesquisadores de APLs. Foi também um momento de planejar ações para 2016 e pensar nossa participação no Plano Estratégico de Desenvolvimento Paraíba 2040”, afirmou o secretário.

    O Paraíba 2040 é o Plano Estratégico de Desenvolvimento de longo prazo da administração pública estadual, responsável por balizar os demais instrumentos de planejamento. É um plano lançado pelo governador Ricardo Coutinho em setembro deste ano com diretrizes estratégicas para os próximos 25 anos

    O gestor da Setde foi o único secretário de Estado presente à 7ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais, fato que gerou elogios à Paraíba dos presentes ao evento. Por isso, o MDIC decidiu incluir em futuras conferências encontros e discussões com secretários estaduais.

    Conferência – O evento é uma ação do Grupo de Trabalho Permanente de apoio aos APLs, composto por representantes do Governo Federal e instituições privadas, sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O grupo é formado por 33 instituições, dentre elas os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; da Ciência, Tecnologia e Inovação; da Cultura; do Desenvolvimento Agrário; do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; da Educação; da Integração Nacional; do Meio Ambiente; de Minas e Energia; de Planejamento, Orçamento e Gestão; da Saúde e do Turismo.

    De acordo com os dados do Banco de Dados Nacional de APLs, administrado pela Secretaria de Desenvolvimento da Produção do MDIC, o Brasil possui, atualmente, 677 APLs, em 2.175 municípios. As atividades desenvolvidas representam 59 setores da economia nacional.

    Delma Aquino explicou que a conferência teve alguns momentos significativos, como reunir os Núcleos Estaduais de Arranjos Produtivos Locais de todo o país e a entrega de uma carta com demandas destes núcleos ao MDIC. Para a Paraíba, foi importante o convênio a ser firmado com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) que visa a reestruturação do Núcleo Estadual de APLs. Sua participação no evento incluiu uma apresentação de um caso de sucesso no setor: Arranjo Produtivo Coureiro, Calçadista e afins.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here