Geração de empregos na Paraíba cresce 18,35% e apresenta 2ª maior alta do NE

    0

    A Paraíba registrou o segundo maior crescimento de vagas entre os nove Estados do Nordeste no acumulado deste ano, quando comparado ao mesmo período do ano passado, puxado pelos empregos gerados nos setores de serviços, construção civil e comércio. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), mostram que de janeiro a setembro o Estado apresentou alta de 18,35% frente aos nove meses de 2013.

    Em números absolutos, o saldo de empregos no acumulado do ano somou 10.890 novas vagas, contra 9.201 no mesmo período do ano passado, uma diferença de 1.689 postos.

    No Nordeste, o crescimento da Paraíba ficou na segunda posição, atrás apenas do Rio Grande do Norte (25,93%). Já a Região Nordeste acumula queda de 10,91% no ano (de 121.011 para 101.806 vagas). Outros Estados expressivos da Região amargam também forte recuo na geração de vagas, como é o caso dos Estados da Bahia (-18,36%) e do Maranhão (-5,72%).

    Os setores da construção civil (335%), comércio (59,63%) e serviços (21,33%) registraram as maiores expansões na geração de empregos na Paraíba este ano sobre igual período de 2013. A construção civil saltou de 726 vagas para 3.162 vagas no período (2.436 empregos a mais), enquanto o comércio passou de 1.204 para 1.922 vagas. O terceiro melhor desempenho ficou com o setor de serviços, que lidera em números absolutos nas vagas abertas: de 6.500 para 7.888 vagas no mesmo período.

    Acumulado de 45 meses – No acumulado de janeiro de 2011 a setembro de 2014, a Paraíba já gerou um saldo de 90.628 empregos no Estado com carteira assinada, segundo dados consolidados pela Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Caged.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]