Galdino diz que gastos com o TCM serão menores que desvios de recursos

    5

    O deputado estadual Adriano Galdino (PSB), presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), durante entrevista na tarde desta terça (1) ao Paraíba Já, ressaltou a importância da implantação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), destacando que os custos para a implementação seriam inferiores aos desvios de recursos.

    Galdino observou a implantação do novo tribunal é boa para a sociedade paraibana. “Quanto mais escola, mais educação, quanto mais hospital, mais saúde… É bom para a sociedade, quantos mais órgãos fiscalizadores melhor. Essa discussão menor é porque não querem (TCE-PB) dividir poder”, destacou o presidente da ALPB.

    Ao ser questionado sobre os custos para a criação do Tribunal de Contas dos Municípios, Adriano Galdino afirmou que é inferior aos desvios de recursos.  “O valor para implementação do TCM é bem menor que os desvios de recursos que são realizados pela Paraíba afora. Os recursos do TCM serão aplicados em plenitude em benefício do povo. Se colocarmos 5% de desvio, chegaremos a quantia de R$ 450 milhões, e o TCM talvez custe em torno de R$ 40 milhões”, disse.

    “Vamos evitar que dinheiro público seja aplicado de forma irregular. Com a criação do TCM, pode-se trabalhar com a prevenção e acompanhamento da gestão, evitando desvio de recursos”, defendeu Adriano Galdino.

    Saiba mais

    Na tarde desta terça-feira, a Assembleia Legislativa da Paraíba promoveu uma audiência para debater a instalação do TCE-PB. Nos bastidores, as especulações dão conta de que 23 parlamentares são favoráveis ao novo tribunal. Com o apoio do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), a bancada de oposição, com exceção do deputado Janduhy Carneiro (PTN), tem se manifestado contrária.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here