Galdino destaca que CG precisa de uma gestão que crie oportunidades de emprego

0

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) realizou nesta quarta-feira (14) uma plenária para ouvir os moradores dos bairros do Centenário e Pedregal. Entre as questões levantadas pelos participantes, estiveram as reclamações de servidores públicos e trabalhadores informais sobre a hostilidade do tratamento pela gestão municipal. De acordo com eles, não estão sendo dadas as devidas condições para o exercício de suas atividades profissionais.

As reclamações da população foram ouvidas de perto pelo pré-candidato pelo PSB a prefeito de Campina, Adriano Galdino. De acordo com o atual presidente da Assembleia Legislativa, os relatos representam o descaso da administração pública municipal com a saúde, o transporte e com as necessidades essenciais da população. “Qualquer projeto de gestão precisa ter critérios mínimos de atendimento dos pacientes e condições de trabalho satisfatórias, além da necessidade de criar oportunidades de trabalho”, destacou Adriano.

O mototaxista Henrique Paixão relatou que os alternativos querem trabalhar de forma regular. Mas, pela necessidade, atuam sem estarem devidamente registrados, porque não há regulamentação de novos mototaxistas para o sistema de transporte alternativo.

Henrique disse ainda que gostaria de estar dentro da legalidade, porém esta condição não tem sido propiciada a dezenas de trabalhadores. “Muitos, iguais a mim, estão na ilegalidade porque não se oferecem novas vagas para entrada no sistema regular”, explicou.

Dois agentes de saúde também fizeram declarações sobre as condições das Unidades Básicas de Saúde e as condições de trabalho, corroborando as queixas da população sobre falta de medicamento e atendimento humanizado.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here