Filho de jogador paraibano é o mais promissor da geração ‘embala neném’

    0

    A imagem correu o mundo: ao marcar em 9 de julho o segundo gol do Brasil na vitória de 3 a 2 sobre a Holanda, pelas quartas de final da Copa de 1994, Bebeto comemorou fazendo o tradicional gesto de embalar um bebê, em homenagem ao filho Mattheus, que havia nascido dois dias antes.

    A seu lado, acompanharam o gesto Romário e o paraibano Mazinho, cujas as esposas também estavam grávidas na época. Os três hoje têm filhos que se profissionalizaram como jogadores de futebol.

    Mazinho, que iniciou sua carreira no Santa Cruz de Santa Rita, tem os mais famosos, os meias Tiago Alcântara, revelado pelo Barcelona e que hoje defende o Bayern de Munique, da Alemanha, e Rafinha, que está no Barcelona e na seleção olímpica (sub-23).

    Mattheus, um atacante hoje com 20 anos, se profissionalizou pelo Flamengo em 2012. O caso de amor entre o filho de Bebeto, hoje deputado estadual no Rio de Janeiro, e o clube no qual ele foi campeão brasileiro em 1987 nunca existiu.

    A eliminação para o Atlético-MG na Copa do Brasil do ano passado, perdendo por 4 a 1 no Mineirão, foi a gota d’água para a saída do garoto, emprestado no começo de 2015 ao Estoril, de Portugal. Ele ainda não deve muitas chances por lá.

    Romarinho, 21, acertou com o clube qual o pai, o hoje senador Romário, iniciou a carreira. No Vasco depois de ter atuado desde 2013 no Brasiliense, o atacante tem procurado espaço no time atual de Doriva, mas também não tem brilhado. Seu lance mais comentado no ano foi um pênalti perdido em jogo-treino na pré-temporada.

    Da Redação com Folha

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here