Figuras ‘carimbadas’ das eleições puxam protesto na ALPB e dão conotação política a movimento

0

Figuras tidas como cativas nas eleições da Paraíba, sejam municipais, sejam estaduais, são os principais destaques entre os servidores estaduais que realizam protestos contra a Medida Provisória do Executivo que congela, temporariamente, o reajuste salarial até uma melhoria na economia do país.

Lourdes Sarmento, Nelson Júnior, Renan Palmeira, Victor Hugo, Coronel Francisco, todos oposição ao Governo do Estado são alguns dos políticos que se instalaram nas dependências da Casa de Epitácio Pessoa para exigir uma negociação com o governador Ricardo Coutinho a fim de reverter o congelamento dos salários.

Nos grupos de whatsapp e nas redes sociais internautas associam o protesto a uma conotação política, já que 2016 é um ano eleitoral e muitos dos que lá estão são pré-candidatos ou apoiam outros nomes contrários ao PSB.

Ontem, em entrevista à reportagem do PB Agora, o governador Ricardo Coutinho lembrou que o trabalhador, que
realmente trabalha e dá expediente, que contribuiu para o desenvolvimento do Estado compreende o atual momento e lamentou que setores adversos sigam pelo caminho inverso apenas para atender a outros interesses.

“Eu criei a data base, não foi ninguém não. Nos outros governos não tinha reajuste não, era zerado, agora eu, por força das circunstancias, estou tendo, temporariamente, tal qual fez o governo federal, tal qual fez todos os estados, tomar algumas medidas e por isso é necessário suspender os efeitos até ter uma melhoria no cenário”, explicou.

A justificativa, conforme Ricardo se deve, sobretudo, ao sentimento de responsabilidade que ele, como gestor, tem com o dinheiro público.

“Isso se chama responsabilidade. Eu tenho que ser responsável. Eu não posso brincar de dar reajuste e depois não pagar, mas isso é temporário, eu vou cumprir com minhas obrigações, até porque fui eu que as construí, não foi a oposição. A grande maioria sabe que o que eu estou falando é verdadeiro, por isso acredito que com a MP 242 teremos oportunidade de dar um passo adiante nesse momento delicado”, asseverou. As informações são do Site PB Agora.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here