Expedito sobre fechamento de UPA: “Esse pessoal é amador, não vai dar certo”

0

O ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira (PSB), não deixou barato a atitude do atual prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos), de fechar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. O ex-gestor negou que o equipamento não tem condições de funcionar, que esteja faltando remédios ou qualquer tipo de problema de atendimento. Além disso, disse que “esse pessoal que assumiu é muito amador. Não vai dar certo”.

“Falhas existem em todas as repartições do país, mas fazer a UPA funcionar como fizemos, é difícil. Tocamos no sacrifício, mas fizemos bem”, disse Expedito, que também aceitou o desafio de que se for provocado a provar a situação da UPA era de pleno funcionamento. “Como é que a UPA funcionou até ontem e hoje entrou no Caos?”, indagou.

Já o secretário de Comunicação de Bayeux, Nelson Nóbrega, por sua vez, disse que a UPA está “entregue às baratas” e faltando até Buscopan, com salas a terminar, funcionando como um posto do PSF e em uma situação caótica, até o atendimento de baixa complexidade está comprometido.

Nelson também aproveitou a situação e convocou a imprensa para conhecer de perto a situação do local, que foi fechado na manhã de hoje por determinação do prefeito Berg Lima.

Rodrigo Navarro, ex-diretor da UPA, disse que o equipamento funcionava normalmente e que o fechamento é por conta de problemas da atual gestão. “A UPA funcionava desde que foi inaugurada e é uma irresponsabilidade fechar um equipamento desse”, lamentou.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here