Ex-candidato ao governo do Estado critica corte e quer descentralização da verba da cultura

    1

    O vice-presidente do PSOL na Paraíba, Tárcio Teixeira classificou o decreto do Governo do Estado que suspende os gastos públicos com festividades como um ‘ataque a cultura do Estado da Paraíba. Em entrevista ao Paraíba Já nesta quinta-feira (21), o ex-candidato a governador nas últimas eleições disse que há um fundo de cultura para custear esse tipo de despesa, e que o corte seria um ‘ataque’.

    Para o pesolista, o debate sobre cultura só surge as vésperas de festas populares, como o São João. “A política cultural deve ser repensada, o foco não deve ser só no período em que são realizados mega eventos. Esses tipos de recursos precisam ser descentralizados”, ressaltou.

    A justificativa do Governo do Estado para o veto no patrocínio de eventos públicos é que ele faz parte de um ajuste fiscal que estava sendo realizado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), como forma de cortar gastos e economizar recursos públicos.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here