Estado vai apoiar Exército na restauração da Fortaleza de Santa Catarina

    0

    A Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo, vai ser restaurada pelo Exército Brasileiro com apoio do Governo do Estado e a sociedade civil organizada. O Exército já fez uma limpeza geral recolhendo lixo e mato, e a partir de um projeto executivo vai reconstruir parte da muralha que desabou há algum tempo, restaurar guaritas, calçadas, pátio, instalações elétricas, iluminação interna e externa.

    Na manhã do sábado (9) o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, visitou o Forte de Santa Catarina na companhia do general de brigada Carlos Alberto Maciel Teixeira, comandante da Guarnição Federal na Paraíba; dentre outras autoridades e representantes da sociedade civil.

    O secretário João Azevedo disse que o Governo quer ampliar as parcerias com engenheiros da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado da Paraíba (Suplan) e o Exército Brasileiro no sentido de unir forças: “Nós estamos colocando o Estado à disposição para ampliar a participação nesse processo, inclusive na implantação das obras”, destacou.

    O general Teixeira afirmou que o Exército está contribuindo para que a sociedade possa recuperar um patrimônio histórico que a pertence. “Vamos continuar à disposição para realizar qualquer trabalho que seja de nosso alcance. A participação do Governo do Estado é importante junto com a comunidade de Cabedelo para que a Fortaleza seja recuperada”, disse.

    O presidente da Fundação Fortaleza Santa Catarina, Osvaldo da Costa Carvalho, um dos defensores do monumento histórico, disse que por muitos anos aquele patrimônio ficou esquecido e agora as diversas ações em parceria vão recuperar o ambiente. Os recursos para restaurar o principal monumento militar barroco na Paraíba virão do Governo Federal. Tombada aos 24 de maio de 1938, a Fortaleza de Santa Catarina já foi palco de muitos espetáculos teatrais. Atualmente, cerca de 30 mil pessoas visitam o local por ano.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here