Estado e 61 prefeituras na Paraíba terão que melhorar atendimento na saúde

    0

    O Ministério Público Federal (MPF) enviou duas recomendações ao Estado da Paraíba e a prefeitos e secretários de saúde de 61 municípios paraibanos para que adotem providências na área da saúde, foco de grandes reclamações da sociedade.

    A Recomendação é para que seja implantado controle de ponto eletrônico para os profissionais da saúde e divulgado quadro contendo os horários a serem cumpridos por médicos e odontólogos.

    As recomendações estão sendo assinadas por vários procuradores da República e começaram a ser remetidas em agosto de 2014. O prazo para que os destinatários enviem resposta é de 60 dias, a serem contados do recebimento delas.

    Lista de municípios

    Além do Estado da Paraíba, na área de atribuição do MPF em João Pessoa as recomendações foram enviadas aos municípios de Alhandra, Baía da Traição, Bayeux, Caaporã, Cabedelo, Caldas Brandão, Capim e Conde. Cruz do Espírito Santo, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Gurinhém, Itabaiana, Itapororoca Jacaraú, João Pessoa, Juripiranga, Lucena, Mamanguape, Marcação, Mari, Mataraca, Mogeiro, Natuba, Pedras de Fogo, Pedro Régis, Pilar, Pitimbu, Riachão do Poço, Rio Tinto, Salgado de São Félix, Santa Rita, São José dos Ramos, São Miguel de Taipu, Sapé e Sobrado.

    Na área de competência de Guarabira, a recomendação foi para Alagoinha, Araçagi, Araruna, Bananeiras, Belém, Borborema, Cacimba de Dentro, Caiçara, Campo de Santana, Casserengue, Cuitegi, Dona Inês, Duas Estradas, Guarabira, Lagoa de Dentro, Logradouro, Mulungu, Pilões, Pilõezinhos, Pirpirituba, Riachão, Serra da Raiz, Serraria, Sertãozinho, Solânea.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]