Espectros passa por cima do Caçadores e conquista seu oitavo título nordestino

0

O Nordeste continua preto e vermelho! E segue tendo apenas um dono quando o assunto é futebol americano: o João Pessoa Espectros. Um time capaz de revezar suas vítimas ao longo dos anos, à medida em que vai acumulando conquistas. Carrasco de todos os seus rivais – dos menores aos maiores -, o Rubro-Negro protagonizou, na tarde deste domingo, mais um momento épico na sua história. Recebeu o Ceará Caçadores na Vila Olímpica Parahyba, em João Pessoa. E passou por cima: 40 a 0. Um placar incontestável para garantir aos Fantasmas o seu oitavo título nordestino de futebol americano. É o maior e mais inabalável dos times da região.

A batalha, no entanto, não começou tranquila para os donos da casa. Nos dois primeiros quartos, o Ceará Caçadores esteve melhor em campo. Chegou mais perto de abrir o placar. O ataque rubro-negro não funcionou bem. A defesa, por outro lado, estava inspirada e barrou todas as investidas ofensivas dos cearenses, liderados por Romário Reis. E, ao fim do primeiro tempo, o placar seguia inalterado. O 0 a 0 persistia. Mas a torcida do Espectros parecia prever que algo muito bom estava por vir. E não parou de fazer barulho um momento sequer.

O segundo tempo parecia um outro jogo. Os Fantasmas pareciam um outro time. O ataque rubro-negro voltou para o jogo numa outra pegada. E o time foi avassalador. Foram nada menos que seis touchdowns. Somado a isso, a equipe converteu quatro pontos extras. Foi um placar construído com a superioridade de um grupo que segue com 100% de aproveitamento na temporada.

O massacre começou com Heron Azevedo marcando o primeiro TD após receber bom passe de Rodrigo Dantas e correr 20 jardas. Na sequência, Diego Aranha converteu o ponto extra, deixando o placar em 7 a 0. As campanhas ofensivas do Caçadores não funcionavam, e o Espectros seguia senhor do jogo. Até que Heron apareceu para anotar mais um TD, dessa vez correndo apenas 9 jardas. O ponto extra foi desperdiçado pelos Fantasmas, que se viam com 13 a 0 de vantagem no placar.

Cabia mais no último quarto. Carlos Cox interceptou o armador do Caçadores na linha de 48 jardas e retornou para mais um touchdown. Diego Aranha converteu o ponto extra, e o placar passou a apontar 20 a 0 para os donos da casa, que não diminuíam o ímpeto e repetiram a dose logo em seguida: mais um TD de Cox, mais um ponto extra de Aranha: 27 a 0.

Na sequência, Pingo teve a chance de mais um TD, a apenas uma jarda da endzone, que ele ultrapassou quebrando tackles e fazendo 33 a 0, placar que foi mantido após Aranha desperdiçar mais um ponto extra. Mas ainda houve tempo para Massu receber excelente passe de Dantas, quebrar tackle e invadir a endzone para mais um TD. E, após mais um ponto extra de Aranha, o placar de 40 a 0 foi sacramentado. Resultado que coloca o Espectros mais uma vez no topo do Nordeste. Pela oitava vez consecutiva.

A guerra continua

A missão regional foi cumprida, mas o Espectros segue em busca de um objetivo ainda maior: conquistar o título do Campeonato Brasileiro e tronar-se bicampeão nacional. Campeões nordestinos, agora os Fantasmas têm pela frente a semifinal do Brasil. O adversário dos Fantasmas vai ser o Cuiabá Arsenal, campeão da Conferência Centro-Oeste. Os dois times se enfrentam no dia 19 de novembro, no Estádio Almeidão, em João Pessoa. Informações do G1.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here