“É muita inocência”, diz especialista sobre apoio de Maranhão à candidatura do PMDB

    0

    Esmiuçando o cenário político local, o cientista político José Henrique Artigas, em entrevista ao Paraíba Já, analisou as condições do PMDB, que pretende enfrentar as eleições pela Prefeitura de João Pessoa com o nome do deputado federal Manoel Júnior.

    Artigas afirmou que há diferença entre apoiar e dizer que vai apoiar. É o caso, de acordo com ele, do senador Zé Maranhão, presidente do PMDB, que por enquanto, diz que apoiará o nome de Manoel Junior.

    “Eles dizem que vão apoiar. É muito diferente de apoiar. Dizer que vai apoiar é um instrumento de chantagem eleitoral com outros partidos que poderão vir a se aliar com o PMDB ou vice-versa. Isso aumenta a fatura na negociação pré-eleitoral, porque é muito mais barata a negociação com partidos que não tem candidatos próprios, do contrário, fica mais caro. Mas é claro que é interesse do PMDB mostrar que tem peso, força e capacidade competitiva. Agora, acreditar que José Maranhão está apoiando Manoel Junior é muita inocência”, explicou.

    Artigas enxerga as possibilidades para as eleições. “Tem duas chances, e em nenhuma delas isso vai significar um apoio de Maranhão a Manoel Junior. Uma chance, é de fato Veneziano e Maranhão fecharem um acordo com PSD para a aliança em Campina Grande contra Romero, e naturalmente romperia a possibilidade de lançamento de candidatura aqui em João Pessoa. Aí Manoel Junior estaria fora do jogo. Agora, existiria uma outra possibilidade, em caso de não haver uma aliança no primeiro turno entre o PSD e PMDB em Campina Grande, de haver de fato uma candidatura de Manoel Junior para aumentar o cacife do PMDB. Agora, uma coisa é lançar uma candidatura, e a outra é lançar uma candidatura competitiva. Como eu disse, sem uma aliança ampla com outros partidos, Manoel Junior não terá força para disputar com candidatos como o do Ricardo Coutinho, por exemplo. Sozinho, o PMDB não conquistará isso. Embora ter elegido Maranhão, a atuação do PMDB ano passado foi um fracasso”, avaliou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here