História de superação de menina de quatro anos acometida pelo câncer; pais atribuem cura a fé

    0

    Foi em maio de 2014 que a Maria Luiza Sales de Melo, a Mamá, na época com 4 anos, teve que enfrentar um dos seus maiores desafios da vida: o câncer. A dor chegou silenciosa, mas após o diagnóstico foram nove meses de tratamento com quimioterapia, radioterapia e cirurgias. O pai da Maria Luiza, o funcionário público João Eduardo Melo, lançou semana passada o livro “Minha filha teve câncer”, onde ele relata toda a história da família Melo na luta contra a doença.

    “Foi a pior notícia que recebi na minha vida, ou seja, minha filha tinha câncer, o nosso mundo caiu, sofremos e choramos muito, mas mantivemos a serenidade e nos unimos em oração e a Deus entregamos a vida da nossa filha”, afirmou o pai da Luiza quando recebeu a informação do problema de saúde da sua filha.

    João Eduardo explica que após constatar que Luiza apresentava sinais de ardor ao urinar, levou a criança ao pediatra, em que foi constatado a presença do tumor. No dia seguinte,  através de exames de ultrassonografia e ressonância magnética foi identificada uma massa com 15cm de diâmetro.

    Após o diagnóstico, os pais da menina tinha mais um desafio. Além do tratamento da filha contra o câncer tiveram que lutar pelo direito de ausentar-se das suas atividades profissionais para  acompanhá-la. O casal pesquisou e descobriu que existe um projeto de Lei 3011/2011 no Congresso Nacional tratando sobre o assunto, mas que está parado, e decidiu iniciar a campanha para pressionar a votação e sensibilizar as empresas a liberar seus funcionários mesmo sem legislação vigente. Mesmo antes de ser aprovada, por causa da campanha, a iniciativa ganhou o nome de “Vem Cuidar de Mim”.

    Segundo João Eduardo foi entregue no dia 10 de abril mais de 70.000 assinaturas presencial e digital ao presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que se comprometeu em colocar o projeto em votação.

    Cura – O tratamento da Mamá, durou aproximadamente nove meses. Foram realizadas duas cirurgias de pelve, duas cirurgias de colocação e retirada de cateter duplo, quinze sessões de quimioterapia, vinte sessões de radioterapia, consultas, exames mais variados de imagens e laboratoriais, dezessete dias de internação em UTI.

    “Hoje pelo milagre de Deus, contrariando as piores indicações científicas de dificuldades e comprovada pelo exame Pet Scan realizado em janeiro, Maria Luiza está curada”, declarou João Eduardo.

    Ele conta que durante caminhada rumo a cura da sua filha sentiu falta de uma literatura que o ajudasse a conhecer melhor o problema. Foi então que decidiu colocar no papel a história da Maria Luiza.

    “No livro “Minha filha teve câncer”, conto a história de amor, dor e superação, que vivemos na caminhada do câncer com a nossa Mamá. A literatura visa disseminar um verdadeiro testemunho de força e fé que ajudaram para que pudéssemos suportar a íngreme caminhada que vivemos”, disse.

    Instituto Vem Cuidar de Mim – Após a cura, o pai revelou  que a família teve a ideia de continuar com o projeto ‘Vem cuidar de mim’, só que agora a luta não era apenas por sua filha, mas pelas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, com ou sem deficiência.

    O Instituto Vem Cuidar de Mim está adotando 100 crianças e adolescentes da comunidade do Timbó, em quatro etapas, para o seu primeiro projeto de inclusão social.

    Com o apoio da iniciativa privada e de doadores pessoa física, pretende-se a compra de instrumentos musicais, material escolar, além da implantação de um laboratório de informática para os alunos que participam das oficinas oferecidas pelo projeto, fardamento, entre outras necessidades.

    Em contrapartida, as famílias destes alunos receberão acompanhamento nas condições de moradia e higiene para inserção de membros da família no mercado de trabalho, priorizando pais e irmãos, bem como atendimento médico, inclusive odontológico, cesta básica especial para o mês e reunião mensal de espiritualidade e convivência.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here