Enquanto população foge de hospital, Cartaxo diz que JP vive com autoestima elevada

0

O prefeito Luciano Cartaxo parece mesmo não saber qual a cidade que ele é gestor. Pouco mais de uma semana após uma mulher fugir do Trauminha para morrer no meio da rua, o prefeito concede entrevista e se vangloria que a população de João Pessoa vive com a autoestima elevada.

“Vivemos um modelo de gestão que leva em consideração cuidar das pessoas. Sempre fiz política perto do povo. Nosso projeto não é para estar olhando pra trás”, disse.

Como se não bastasse, os ouvintes da rádio que o prefeito falava ainda ligaram para mandar ele visitar bairros como o Geisel, Novo Geisel e Colinas do Sul, para verificar de perto a situação de abandono em que se encontram os locais.

Trauminha

O marido de uma paciente que morreu após fugir da unidade do Ortotrauma, o Trauminha, em João Pessoa, desabafou nesta quinta-feira (3) ao dizer que “foi falta de responsabilidade do hospital” ao deixar que ela deixasse a unidade mesmo estando em tratamento.

“Não existe hospital nenhum no mundo que deixa o paciente sair sem avisar a família. Quando me avisaram era 5h30 da manhã e ela já estava morta. Todo mundo viu que ela saiu do hospital, mas ninguém fez nada”, disse José Firmino em entrevista ao repórter Judivan Gomes da Rádio Tabajara.

Saúde precária

O marido da vítima disse ainda que ficou indignado porque para entrar no hospital é tão difícil e pra sair foi tão fácil, lá não tinha segurança. “Perdi minha esposa, mas se fosse dentro do hospital eu não ia culpar ninguém”, disse.

Os vereadores da bancada de oposição ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD) já realizaram cinco edições da Caravana da Oposição. Na última visita realizada no final de maio eles visitaram Unidades de Saúde da Família (USFs) dos bairros Colibris e Cristo Redentor e a situação dos locais são precárias.

Já na USF em Colibris, os vereadores relatara que encontraram paredes com lodo, sem a mínima condiçao física necessária para funcionamento salubre

A Caravana da Oposição também já visitou o Hospital Santa Isabel e as obras da Beira Rio.

No início de maio, Bruno e o vereador Léo Bezerra (PSB) visitaram algumas USFs de João Pessoa  e constataram que antes mesmo do final do expediente, as unidades já estavam fechadas.

Na ocasião, os oposicionistas destacaram que além da falta de médicos em diversas USFs da Capital, ainda há o abandono na rede básica de saúde.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here