Em 8 meses, Polícia apreende 483 quilos de drogas na Região Metropolitana de JP

    0

    Quatrocentos e oitenta e três quilos de entorpecentes – maconha, cocaína e crack – apreendidos. Esse foi o saldo do trabalho realizado pela Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE). A mais recente ação resultou na apreensão de mais 61 tabletes de maconha prensada (61 quilos), desta vez na comunidade Paulo Afonso, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, na noite de quarta-feira (3). A DRE atua em todas as cidades que compõem a Região Metropolitana de João Pessoa.

    O levantamento foi revelado nesta quinta-feira (4), pelo superintendente da  Região Integrada de Segurança Pública (Reisp), Wagner Dorta. Para ele, o número é o resultado de uma repressão qualificada eficaz realizada por meio de ações das polícias Civil e Militar. “O trabalho realizado pela DRE é sério e pautado na inteligência policial. É importante destacar que, ao retirarmos a droga de circulação, estamos impedindo a comercialização do principal produto que financia a criminalidade e isso contribui também para diminuir os crimes contra a vida”, disse o delegado.

    A droga apreendida na quarta-feira (3) na comunidade Paulo Afonso, em Jaguaribe, estava escondida em uma mata na localidade e, de acordo com as investigações, pertencia à Robivan Oliveira da Silva, de 24 anos e a Alexandre Alves da Silva, de 29. Os dois foram presos em flagrante. Com eles, também foram apreendidos uma balança de precisão, uma pistola, um revólver e munições.

    De acordo com o delegado titular da DRE, Allan Murilo Terruel, eles são acusados de comercializar o entorpecente em bairros da Capital e dividiam as funções. Um negociava a maconha e o outro era responsável pelas finanças do comércio ilegal. “Recebemos a denúncia e montamos campana para investigar a venda do entorpecente. Após cinco dias, conseguimos desarticular o esquema e chegamos ao esconderijo. Descobrimos que um dos presos é reconhecido como o principal fornecedor de maconha na Região Metropolitana e ele tem ligações com outros criminosos, que estão sendo investigados e que serão punidos”, disse Terruel.

    Ainda de acordo com o titular da DRE, o material apreendido e os presos foram encaminhados para Central de Polícia, no bairro do Varadouro, na capital, onde serão ouvidos e depois serão encaminhados para o Presídio do Róger, para aguardar a decisão da Justiça.  O delegado Allan Murilo Terruel acrescentou que mais ações de combate ao tráfico de drogas serão realizadas em cidades da Região Metropolitana. “As investigações não param. Nosso trabalho é intenso. O objetivo é combater o crime por meio de operações de médio e grande porte, sempre com o uso da Inteligência policial e da integração entre PC e PM”, afirmou a autoridade policial.

    Disque Denúncia

    Um dos instrumentos de grande importância para o trabalho policial é a colaboração da comunidade, que pode auxiliar tanto na prevenção de crimes como na elucidação de investigações. O número 197 – Disque Denúncia da Seds é o meio para isso.

    O 197 é um serviço gratuito, no qual o sigilo da informação e a identidade do denunciante são garantidos. O telefone está disponível 24h por dia.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]