Em nota, Auto Esporte utiliza palavras duras e repudia atitude de Léo Olinda

0

Os dirigentes do Auto Esporte não ficaram muito felizes com a decisão de Léo Olinda de trocar o clube pelo Sousa. A diretoria alvirrubra publicou uma nota nesta terça-feira em que usa palavras duras para repudiar a atitude do jogador. Além disto, os diretores dão a entender que as portas do clube estão fechadas para o jogador.

Léo Olinda já tinha sido apresentado à torcida alvirrubra no último sábado, durante o Clássico Botauto. No entanto, a diretoria do Auto Esporte amanheceu a terça-feira com a notícia de que o meia tinha assinado contrato com o Sousa e que vai defender o Dinossauro pelo Campeonato Paraibano.

Léo explicou que o motivo de escolher o Alviverde foi para estar mais perto da sua família, que mora na Cidade Sorriso. Mas mesmo com a justificativa do jogador, a diretoria repudiou a atitude.

Em nota, o clube utiliza palavras duras para descrever o acontecido. O documento fala que “no mundo do futebol existem dirigentes, treinadores e jogadores em que prevalecem a falta de ética e profissionalismo, que não fazem valer o uso da palavra e não cumprem seus compromissos assumidos”.

A praxe no futebol é anunciar a contratação após o jogador assinar contrato com o clube. No entanto, o Auto fez o contrário disto. O clube justificou que estava esperando a liberação de Léo Olinda por parte do Central de Caruaru para poder assinar com o atleta, mas que não queria perder a oportunidade de apresentá-lo à torcida no clássico.

A nota diz ainda que “o clube não tem interesse em trabalhar com pessoas que não fazem futebol de forma honesta e correta, portanto o meia Léo Olinda encerra dessa forma o seu ciclo dentro do Auto Esporte Clube”. As informações são do Globo Esporte PB.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here