Em jogo equilibrado, Campinense empata com ABC na estreia do Nordestão

0

Um jogo muito disputado marcou a estreia de ABC e Campinense na disputa da Copa do Nordeste de 2016. Neste sábado, no Estádio Frasqueirão.Com gols apenas no primeiro tempo, o jogo acabou ficando no empate em 1 a 1, resultado que foi comemorado pelos paraibanos, que saíram de campo com um ponto, mesmo atuando fora de casa.

Na outra partida do Grupo A, Salgueiro e Imperatriz ficaram no empate, também, em 0 a 0 e o grupo termina a primeira rodada com as quatro equipes empatadas na pontuação.

Na próxima rodada do Grupo A da Copa do Nordeste, o ABC vai até o Sertão de Pernambuco, para encarar o Salgueiro, em jogo válido pela segunda rodada, na quinta-feira. Já o Campinense faz a sua estreia dentro de casa, mas não em Campina Grande, já que o time vai ter que cumprir uma punição e atuar em João Pessoa, contra o Imperatriz, na próxima terça-feira.

O jogo

A primeira etapa começou com movimentação dos dois lados. A primeira chance apareceu para o Campinense, aos três minutos, em uma jogada que terminou na conclusão de Roger Gaúcho. Logo na sequência, veio a resposta do ABC, que quase marca no chute forte de Alemão, que Gledson mandou para escanteio.

E foi justamente em uma jogada de escanteio que apareceu o primeiro gol do jogo. Na bola batida com capricho por Lúcio Flávio, Márcio Passos aproveitou a falha da defesa paraibana e desviou no primeiro pau. Gledson ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol alvinegro. Minutos depois, mais um prejuízo para o Campinense, com a expulsão do técnico Francisco Diá por reclamação.

Mesmo em desvantagem, o Rubro-Negro de Campina Grande conseguiu equilibrar as ações e até ser mais incisivo nas jogadas ofensivas. Aos 42, Raul fez uma ótima jogada pela direita e mandou um belo cruzamento, que Rodrigão subiu e mandou a cabeçada no contrapé do goleiro Maná. Estava decretado a igualdade no placar do Frasqueirão. Logo na sequência, quase a virada raposeira, na tabelinha que terminou com o chute de Roger Gaúcho, defendido milagrosamente pelo goleiro do ABC, na última jogada do primeiro tempo.

Segundo tempo

A correria do primeiro tempo acabou não se repetindo com a mesma intensidade nos 45 minutos finais. O destaque mesmo acabou sendo para o goleiro do Campinense, Gledson, que fez pelo menos duas intervenções importantes, evitando que o ABC conseguisse marcar. A primeira oportunidade de gol, contudo, acabou sendo do Campinense. De fora da área, Chapinha mandou a bomba e assustou o camisa 1 alvinegro.

A resposta veio logo na sequência, quando Jefferson Bala se livrou da marcação, passou para Nando que soltou a bomba e obrigou Gledson a fazer um verdadeiro milagre, jogando a bola contra o travessão antes de sair. Outra boa participação do goleiro da Raposa aconteceu aos 24 minutos, na jogada de Alvinho, que foi travado pelo goleiro quando já se preparava para mandar a bola para dentro do gol.

Outra chance de gol veio aparecer aos 37 minutos. Mais uma vez com Chapinha, que bateu a falta com perigo, obrigando o goleiro do ABC a fazer uma defesa difícil. Depois disso, uma grande chance surgiu na cobrança de falta de Filipe Ramon, que tinha endereço certo, mas acabou sendo desviada por Maná. O jogo acabou mesmo com o placar de 1 a 1, que acabou, pelo menos aparentemente, ficando de bom tamanho para potiguares e paraibanos. As informações são do Globoesporte.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here