Em entrevista, vereador socialista se diz vítima de perseguição na CMJP

0

O vereador Renato Martins (PSB) falou em entrevista ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM,  sobre o bate-boca ocorrido na manhã de hoje no plenário da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), quando ele teve obstruída a votação do requerimento de audiência pública sobre sobre o projeto da Prefeitura Municipal de João Pessoa que transforma o Campo da Marquise, um campo de futebol no Bairro do Valentina, num terminação de integração para ônibus.

Ele alegou sofrer perseguição sistemática por ser uma voz de oposição que destoa da postura da maioria da Câmara em nome do interesse púbico.

“Requerimentos nossos (da oposição) são costumeiramente reprovados na Câmara. Permanece essa tendência de a bancada de situação ser subserviente ao prefeito e esquecer suas funções de vereador, reprovando requerimento pra debater política pública de esporte, reprovando requerimento pra debater linhas de onibus da Zona Sul”, provocou Martins.

O vereador ainda alegou sofrer ameças e tentativa de coação por parte do presidente da Câmara, Durval Ferreira e de outros parlamentres governistas. “Para completar, tivemos, na semana passada, ameaças feitas de maneira explícita pelo presidente Durval de demissão da assessoria e feitas por outros vereadores – às vezes em off, às vezes na tribuna – de cassação do nosso mantado”, denunciou ele.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here