Em 32 anos, apenas 24 mulheres foram eleitas deputadas estaduais na PB

    0

    A Assembleia Legislativa da Paraíba, instalada no ano de 1835, portanto, há 179 anos, teve até agora, apenas 24 mulheres eleitas deputadas estaduais. A pioneira foi Vani Braga, na eleição de 1982. Vani era filiada ao PDS. Nesse mesmo ano seu irmão Wilson Braga, atual deputado estadual, foi eleito governador do Estado.

    Das 24 deputadas da ALPB, duas foram eleitas nas eleições de 5 de outubro de 2014: Estela Bezerra (PSB), de João Pessoa; e Camila Toscano (PSDB), de Guarabira. Portanto, ainda não atuaram na AL. A legislatura de 2015-2018 vai ter três deputadas porque Daniela Ribeiro (PP), de Campina Grande, foi reeleita. A representação feminina na Casa de Epitácio Pessoa já chegou a sete deputadas no ano de 1998. Se cada deputado tivesse apenas um mandato, de 1982 a 2014 teriam sido eleitos 288 deputados, portanto, o percentual de mulheres eleitas ainda é bem abaixo dos 30% das vagas definidas para os partidos, de acordo com a legislação.

    Confira as 24 mulheres eleitas deputadas estaduais da Paraíba, de 1982 a 2014, sendo titulares ou suplentes, num período de 32 anos:

    Vani Braga, Lúcia Braga, Terezinha Pessoa, Geralda Medeiros, Francisca Motta, Estefânia Maroja, Zarinha Leite, Socorro Marques, Lucinha Monteiro, Edina Wanderley, Giannina Farias, Eurídice Moreira (Dona Dida), Iraê Lucena, Léa Toscano, Daniela Ribeiro, Eva Gouveia, Gilma Germano, Flora Diniz, Nadja Palitot, Olenka Maranhão, Marta Ramalho, Nárriman Xavier, Estela Bezerra e Camila Toscano.

    Basicamente, apenas quatro dessas 24 mulheres não são herdeiras de famílias de políticos: a radialista Nárriman Xavier, a jornalista Estela Bezerra, a funcionária do Banco do Brasil, Gilma Germano e a advogada Nadja Palitot.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here