Vereador diz que Sérgio da SAC não comanda nem o próprio mandato

    1

    Durante a semana passada, o vereador Sérgio da SAC (sem partido) manifestou vontade de se filiar ao PTdoB, mas no foi rejeitado prontamente pelo diretório municipal, em uma nota. Diante da situação, o vereador Marmuthe Cavalcanti (PSD) expressou sua avaliação e destacou que Sérgio não comanda nem seu próprio mandato.

    De acordo com Marmuthe, ele não sabia sobre a rejeição, mas admitiu que ficou sabendo sobre a nota lançada por seu colega de parlamento – Marmuthe e Sérgio possuem como seus respectivos mandatos, um dos maiores redutos eleitorais da Capital, o bairro do Valentina Figueredo – em que ele afirma que quem manda no seu mandato é o prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

    “Não tava sabendo da rejeição, eu vi que ele lançou uma nota na imprensa dizendo que estava aguardando a liberação de Cartaxo para se filiar ao partido, só vi até este momento. Ele deixa claro que quem manda no mandato dele é o prefeito, ele não tem vontade própria, o interessante é isto. O partido tem o direito de escolher quem pode estar em sua legenda, quem pode somar ou não”, comentou.

    Marmuthe ainda aproveitou para explicar como está articulando para sua reeleição, e admite que em todas legendas há complicações porém, o sentimento de união prevalece no PSD.

    “Venho dialogando muito com diversos segmentos da sociedade, vamos trabalhar mais neste ano mais que nos últimos três. O PSD possui cinco vereadores com mandato dentro da Câmara Municipal e nosso objetivo é conseguir eleger oito em 2016. Dificuldades encontramos em qualquer outra legenda, mas não nos vemos um com o outro como concorrência, mas como um conjunto”, concluiu.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here