Efraim Filho defende regulamentação da vaquejada no Brasil, mas cobra fiscalização

0

Em entrevista ao Canal Rural, nesta segunda-feira (11), o deputado federal Efraim Filho (DEM-PB) comentou sobre a proposta do qual é relator que concede status de manifestação da cultura nacional ao rodeio e à vaquejada, competições com animais praticadas principalmente no interior do Brasil. Para Efraim as entidades em defesa dos animais que protestam contra o projeto estão sendo radicais, tendo em vista que a Televisão explora coisas muito mais violências como as lutas de UFC.

Para Efraim Filho, é preciso regulamentar essas atividades como um esporte, para que se possam fiscalizá-las. “Hoje elas são realizadas sem nenhuma fiscalização, o que pode gerar abuso. Agora, proibir os rodeios e as vaquejadas é excessivamente radical, quando você vê muito mais violência em lutas de UFC, que são transmitidas pela TV”, disse o democrata na entrevista.

O texto já foi aprovado na Câmara e seguiu para o Senado. “Diferentemente da farra do boi e da tourada, o rodeio e a vaquejada não têm como objetivo o sofrimento do animal, pois o próprio STF (Supremo Tribunal Federal) proibiu a farra e não proibiu os rodeios”, argumentou Efraim Filho.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here