Economia paraibana vai na contramão da crise e começa ano com crescimento

0

As emissões de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) mantiveram crescimento no mês de janeiro quando comparado ao mesmo mês do ano passado. No primeiro mês do ano, o número de emissões atingiu 1,829 milhão de NF-e, alta de 10,79% sobre janeiro de 2016 (1,651 milhão).

É o terceiro mês seguido que as emissões oriundas, concentradas nas indústrias e distribuidores, são superiores aos meses do ano anterior, apontando maior intensidade ou retomada da atividade econômica. As emissões de NF-e podem ser um dos indicadores da economia local. No acumulado dos doze meses de 2016, as notas eletrônicas emitidas pelas indústrias e distribuidoras do Estado registraram estabilidade (0,58%) sobre o mesmo período de 2015. Diante do quadro recessivo da economia do país, os indicadores econômicos estão ainda instáveis.

Na Paraíba, entre indústrias e atacadistas, mais de 13,3 mil empresas estão credenciadas pela Receita Estadual para emitir NF-e. A média mensal do ano passado (1,8 milhão de NF-e) ficou levemente acima da média de 2015 (1,789 milhão). Os meses de maiores emissões no ano passado foram novembro (1,916 milhão de NF-e) e em agosto (1,902 milhão de NF-e).

Desde janeiro de 2014, a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) passou a ser emitida por todas as empresas com inscrição estadual na Paraíba em substituição à nota fiscal tradicional (modelo 1, 1-A, ou 4).

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here