Durval nega que filho assuma IPM e diz que parecer da CPI da Lagoa sairá em breve

0

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, vereador Durval Ferreira (PP), desconhece qualquer movimentação ou ingerência seja de natureza política ou administrativa, para fazer do seu filho, Durval Neto, presidente do Instituto de Previdência do Município (IPM) de João Pessoa, em substituição ao vereador Pedro Coutinho, que reassume seu mandato na CMJP, para disputar a reeleição. O presidente ficou surpreso com as especulações a respeito e disse que elas não procedem.

Estranhou, ainda, o fato de que estão plantando informações em sites e blogs da Capital, associando a já desmentida nomeação do seu filho, atual adjunto do IPM, ao engavetamento da CPI da Lagoa, o que considera um absurdo sem precedentes. O presidente Durval Ferreira reafirma que está aguardando parecer da Procuradoria Jurídica da Câmara sobre o pedido de CPI da Lagoa e outros três da bancada de situação. “Conversei com a equipe da Procuradoria, que ainda está verificando todos os pedidos e não pode nem deve se precipitar”, disse.

A Procuradoria Jurídica da CMJP está trabalhando e respeitando os prazos regimentais, agindo da forma mais correta. Os servidores da Procuradoria, segundo o presidente Durval Ferreira, são qualificados, competentes e responsáveis. “Teremos o parecer conclusivo o mais rapidamente possível”, reiterou.

O Jurídico da Câmara Municipal de João Pessoa está avaliando com cuidado critérios como os fatos determinantes, que justifiquem o início das investigações, documentações e as assinaturas postas nos documentos de solicitação pelos requerentes. De acordo com o Regimento Interno da CMJP, apenas três CPIs podem atuar simultaneamente na Casa. Atualmente, são quatro os pedidos.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here