Durante debate, candidatos trocam ofensas mas apresentam propostas

    0

    Durante o debate da TV Itararé em Campina Grande nesta segunda-feira (15), os candidatos a governador na Paraíba, aproveitaram o uso da oportunidade para apresentar propostas e também, trocaquerem ofensas. A única ausência no debate foi a do candidato do PMDB, Vital do Rêgo Filho, que teve agenda em Brasília onde preside a CPI da Petrobrás.

    O candidato Tárcio Teixeira (Psol) destacou que para diminuir o número da violência na Paraíba, é preciso investir na educação. “É necessário criar escolas que possam proporcionar o esporte, a cultura, como também, a saúde. Não é admissível fechar escolas nos tempos de hoje, até porque a evasão escolar levar a violência. Temos que investir no desporto e no lazer e nas escolas em tempo integral”, salientou.

    Já o candidato Major Fábio do Pros, seguiu o discurso de Tárcio em falar da segurança. O Major pontuou algumas de suas metas. “Nós vamos comprar scaner para serem usadas nos presídios. Não vamos aceitar que apenados de dentro de um presídio controlem o crime do lado de fora dos muros da cadeia. Nós temos que ter um olhar para a educação com escolas bem estruturadas com laboratórios de informática, teatros, quadras poliesportivas, campos de futebol e principalmente, cursos técnicos em tempo integral”, completou.

    O candidato Cássio Cunha Lima (PSDB) falou sobre o momento atual da Universidade Estadual da Paraíba. Segundo o Tucano, a instituição acadêmica tem que procurar voltar ao patamar de outras universidades do país. “A UEPB avançou muito na minha gestão; principalmente na sua autonomia, mas em outras áreas. Nós vamos procurar devolver a autonomia que lhe foi retirada neste governo, para que a instituição possa se recuperar no ranking das melhores universidades do país, na época em que fomos governo”, garantiu Cássio.

    Por fim, o candidato à reeleição, governador Ricardo Coutinho (PSB), em uma determinada parte do debate, criticou a forma como a campanha elitoral e a política na Paraíba vem ocorrendo. “Eu não vou rastejar no esgosto da política. Eu faço política para frente e sem agredir a ninguém. Os meus adversários não tem propostas concretas para apresentar e usam dessa política misquinha”, disparou o governador Ricardo Coutinho.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]